O prefeito ACM Neto anunciou nesta segunda-feira (11) que as medidas mais duras de restrição contra o avanço do coronavírus serão tomadas também na Pituba, bairro de Salvador com mais casos registrados da covid-19 desde o início da pandemia. As medidas entram em funcionamento a partir da quarta-feira (13).

Neto determinou que haja fechamento total do comércio de rua do bairro pelo prazo de sete dias, mesmo tempo em que devem durar as medidas na Avenida Joana Angélica, Boca do Rio e Plataforma, locais iniciais das restrições, anunciadas na semana passada.

“A Pituba continua tendo mais casos. (Decisão tomada) Diante dos números e do fluxo de veículos de 85% na Pituba, redução de 15% se comparado ao período normal”, sinalizou. “As praias já estão fechadas. Essa é a primeira intervenção na orla, no calçadão”, explicou. Ele destacou que a decisão sobre fechamento do comércio inclui agora as lojas de menos de 200 m² que estavam autorizadas a funcionar. “Agora só abre lá mercado, farmácia, bancos e lotéricas”, diz.

Também foi determinada a interdição da orla do bairro, começando nas imediações da piscina olímpica até a região do Centro de Convenções, já na Boca do Rio. A população não deve frequentar o calçadão nesse trecho.

“As pessoas não vão poder fazer atividade física, andar de bicicleta, como estavam fazendo. Toda interdição estará a cargo da nossa equipe técnica da Secretaria de Mobilidade, da Transalvador, com o apoio da Polícia Militar e da Guarda Municipal”, acrescentou.

Restrições
As medidas anunciadas na semana passada por Neto começaram hoje em três pontos da cidade, também com prazo inicial de sete dias. Nestas áreas, a prefeitura de Salvador determinou a adoção de restrições de acesso nestes locais, principalmente de veículos. As mudanças estão valendo desde às 7h.

A operação contará com equipes da Guarda Civil Municipal, Transalvador, Polícia Militar, Limpurb, Secretaria Municipal da Ordem Pública (Semop), Secretaria Municipal de Desenvolvimento e Urbanismo (Sedur) e Secretaria Municipal de Promoção Social e Combate à Pobreza (Sempre).

Compartilhar