O prefeito de Salvador, ACM Neto, anunciou na manhã desta quinta-feira (6), durante entrevkista coletiva, que os bairros de Pirajá, Mata Escura, Pernambués e Santa Cruz terão medidas restritivas mais severas, para conter a propagação do coronavírus. Além disso, o bairro do Nordeste de Amaralina, que já está com restrições, seguirá com as medidas.

Pirajá e Mata Escura passam pelas medidas pela primeira vez, enquanto Pernambués e Santa Cruz já passaram por restrições antes. As medidas são válidas por sete dias e podem ser prorrogadas caso a prefeitura avalie a necessidade.

Todas as medidas anteriores dos bairros encerram nesta quinta. As novas determinações passam a valer a partir de domingo (9). A prefeitura já havia dito que os decretos relacionados aos bairros só passam depois de 48h do anúncio.

O prefeito destacou ainda a preocupação com o bairro do Nordeste de Amaralina, que está em restrição há mais de um mês, por causa do número de casos registrados e Covid-19.

“Eu preciso fazer um apelo aos moradores do Nordeste de Amaralina, porque a gente quer sair de lá, mas ainda não consegue, porque não há redução de casos. Todos os dias fazemos testes e 35% dos testes dão positivo. Eu peço aos moradores para que colaborem com nossas medidas, para que a gente tenha redução do número de casos e que possamos deixar as medidas restritivas do bairro”, falou o prefeito.

ACM Neto pontuou também que a volta das medidas no bairro de Pernambués. Segundo o prefeito, a localidade é a que tem o maior número de casos em Salvador, além de ter registrado o maior número de casos nos últimos sete dias.

“Estamos voltando para Pernambués, porque o bairro se tornou o maior número de casos em Salvador, não só no geral, como nos últimos sete dias e no último mês. Isso é preocupante. Por isso, as medidas restritivas da prefeitura voltam para lá, para a gente tentar dar uma controlada na situação”, disse.

Compartilhar