A capital baiana vai ganhar mais uma unidade de apoio no tratamento e combate ao novo coronavírus. Na manhã deste sábado (13), o prefeito ACM Neto anunciou parceria com o Hospital Salvador, localizado na Federação, para atender os pacientes vítimas da covid-19.

De acordo com o prefeito, na primeira etapa, que iniciará na próxima semana, a unidade disponibilizará dez leitos de UTI e outros 14 leitos clínicos. Já na segunda fase da implantação, serão entregues mais 10 leitos de UTI e outros 26 leitos clínicos, totalizando 20 UTIs e 40 clínicos.

“O contrato já está assinado. Estou dando a ordem de serviço nesse momento para que a partir da próxima semana possamos já utilizar os leitos de UTI e clínicos disponíveis”, explicou o prefeito durante entrevista online.

Segunda a prefeitura de Salvador, desde o início da pandemia 103 novos leitos para o coronavírus foram criados na capital baiana. Outros 221 estão em implantação, o que totalizará 545 novos espaços para tratar a doença.

“Estamos em uma busca incessante por ampliar o sistema de atenção hospitalar e por assegurar que a nossa cidade não tenha que viver o colapso do sistema de saúde. Para que não existam filas de espera nas emergências dos hospitais. Ou pior, que as pessoas batam na porta do sistema e essas portas não se abram por falta de leitos”, afirmou.

Além do Hospital Salvador, outros pontos de apoio na cidade são os hospitais de campanha instalados na Fonte Nova e Wet’n Wild, Memorial Itaigara e o Hospital Sagrada Família.

De acordo com o último balanço divulgado, até a noite de sexta-feira (12) Salvador havia registrado 19.027 casos do coronavírus, com 720 morrtes. Ao todo, o estado já soma 34.665 infectados e 1.039 óbitos em decorrência da doença.

Compartilhar