O deputado federal e líder do Partido Social Liberal (PSL) na Câmara dos Deputados, Eduardo Bolsonaro, participa, na manhã desta sexta-feira, 7, na Câmara Municipal de Salvador, da sessão especial em homenagem aos combatentes da segunda guerra mundial, proposta pelo vereador Alexandre Aleluia (DEM).

Na chegada, o deputado falou com a imprensa e afirmou que a deputada federal Dayane Pimentel (PSL) não é mais uma “aliada” do Governo Federal.

Eduardo afirmou também que sua participação no evento em Salvador é parte de uma cruzada dele no Nordeste, com o objetivo de aproximar a região ao Governo.

“Inicialmente estou aqui para um evento que vai prestigiar a força expedicionária brasileira. No final de semana terei outros eventos com Alexandre Aleluia, estamos nesse projeto para construir um partido novo. Dayane Pimentel é uma pessoa que eu não considero mais uma aliada. Ela presta satisfação aos eleitores dela, não sou eu que vou dizer como a conduta dela está sendo avaliada. No discurso onde falei que não continuaria mais na tentativa de ser embaixador nos EUA, me comprometi em rodar o Brasil inteiro, buscando novas lideranças, fazer a formação de um partido verdadeiramente conservador e essa vinda faz parte disso”, afirmou Eduardo Bolsonaro.

Compartilhar