No último jogo em casa, Bahia pega o Vasco e tenta quebrar jejum

Tricolor entra em campo às 19h15, no último jogo como mandante em 2019

Por Gabriel Rodrigues – Correio da Bahia

Quando entrar em campo nesta quinta-feira (5), o tom do Bahia vai ser de despedida. Contra o Vasco, às 19h15, o tricolor faz o último jogo na Fonte Nova da temporada 2019. Até aqui, o Esquadrão fez 33 jogos como mandante. Conquistou 15 vitórias, empatou dez vezes e saiu derrotado em oito oportunidades.

Diante dos vascaínos, a ideia é se despedir em grande estilo, aumentando o retrospecto de triunfos. Para isso, o time vai ter que quebrar um jejum incômodo na Série A.

O Bahia não sabe o que é vencer em seus domínios há sete jogos. A última vez que triunfou em casa foi justamente diante de um clube carioca alvinegro. A vítima, na ocasião, foi o Botafogo. Artur e Élber marcaram os gols que definiram o placar de 2×0, na 21ª rodada do Brasileirão.

Apesar da seca como mandante, o técnico Roger Machado garante que a confiança do elenco foi restaurada após vencer o CSA na última rodada e voltar a ganhar depois de nove jogos no Brasileiro. Ele afirma que o elenco está pronto para retribuir o apoio que o torcedor deu durante a temporada.

“Confiança foi, se não plenamente, completamente restabelecida. Torcedor tem razão de estar frustrado e foi paciente. A tolerância foi o que fez acabar com a instabilidade. É lidar com esse momento com a mesma serenidade dos momentos de expectativa positiva”, disse Roger Machado.

“É o resgate da confiança e a possibilidade de em casa, diante do torcedor, a gente deixar uma boa imagem”, continuou o treinador.

Para quem gosta de se apagar aos números e superstições, aí vai uma boa notícia. Além das semelhanças entre Vasco e Botafogo – último adversário que o Bahia venceu em casa -, esse ano o Esquadrão pode ser declarado uma espécie de campeão carioca.

Jogando na Fonte Nova, o Bahia venceu os três participantes do Rio de Janeiro que enfrentou: 2×0 sobre o Botafogo, 3×2 contra o Fluminense e 3×0 sobre o Flamengo, em jogo que o atacante Gilberto balançou as redes três vezes, todas no primeiro tempo.

Adversário de hoje, o Vasco também foi derrotado pelo tricolor. No primeiro turno, o Bahia levou a melhor ao vencer por 2×0 em São Januário. Gilberto e Nino Paraíba marcaram os gols.

Nova camisa 
Para a despedida diante do seu torcedor, o Bahia usar um novo uniforme. Contra o Vasco, o tricolor utilizará uma camisa que carrega os nomes de 263 torcedores que contribuíram para a construção do museu do clube, projeto lançado em fevereiro e que está instalado na Fonte Nova.

O modelo é inspirado na camisa que o Bahia usou entre as temporadas de 1936 e 1937. Além de terem os seus nomes grafados no uniforme, os torcedores em questão também vão ganhar uma unidade da indumentária.

Compartilhar