Sérgio Brito decide não retornar à Sedur e ficará na Câmara

O deputado federal Sérgio Brito (PSD) decidiu que não vai retornar ao comando da Secretaria de Desenvolvimento Urbano da Bahia (Sedur). O parlamentar se licenciou do mandato em Brasília para assumir a pasta no governo Rui Costa em março deste ano.

No dia 1º de outubro, Brito foi exonerado do cargo de secretário e retornou à Câmara dos Deputados para tratar de emendas impositivas no Orçamento da União para o ano de 2020. Em conversa com o Portal A TARDE, o deputado confirmou a decisão de permanecer na capital federal.

“Decidi não retornar. Vou continuar com meu mandato para o qual o povo me elegeu”, disse. Sérgio Brito nega que sua desistência da Sedur tenha sido motivada por alguma insatisfação. “A Sedur é uma pasta muito importante, com muitas obras e muito trabalho a serem feitos pela Bahia. Não tenho do que reclamar”, frisou.

Nos bastidores, o nome do deputado federal Nelson Pelegrino tem sido especulado para assumir o comando da Sedur. Com isso, o suplente de deputado federal Paulo Magalhães (PSD), correligionário de Sérgio Brito, ganharia a cadeira no Congresso Nacional.

Compartilhar