O vereador e líder do PT na Câmara de Salvador, Luiz Carlos Suíca, saiu em defesa dos trabalhadores terceirizados que estão com salários atrasados neste mês de janeiro. Conforme o edil petista, a empresa Braspe, que presta serviço para escolas municipais e a alguns órgãos da prefeitura de Salvador, tem negado reajustes aos seus funcionários o que vai de encontro com o que foi acordado entre sindicato e órgãos do Executivo municipal.

 

“O dono dessa empresa tem um costume de há anos sobreviver da miséria, da escravidão dos trabalhadores. Tem alguns dias que a Braspe está com o pagamento dos salários atrasados, e eu quero chamar a atenção da prefeitura para isso, pois no início da gestão, conversou com o sindicato e uma das prioridades era não permitir que houvesse o atraso nos salários dos trabalhadores”, salienta Suíca.

 

De acordo com o vereador, a atual gestão da prefeitura, via Secretaria de Administração, deveria tomar uma atitude, antes que isso se torne rotina. “Fica mantendo uma empresa que para além de explorar os trabalhadores, atrasa e nega reajuste aos trabalhadores, tentando fazer acordo com sindicatos que não tem nenhuma representatividade”, completa.

Compartilhar