Vendedor é indiciado por tentar seduzir criança de 5 anos ao telefone

Suspeito de assediar sexualmente uma criança de cinco anos, o vendedor Wesley dos Santos Pereira teve a prisão preventiva revertida em prisão temporária pela Justiça. Wesley foi preso no último dia 12 de março, dia do seu aniversário de 30 anos, quando saída do trabalho, em Lauro de Freitas.

RTEmagicC_3b60a440b3.jpg

Segundo o delegado Joelson Reis, titular da 23ª DT/Lauro de Freitas e responsável pelas investigações, o suspeito deixará a carceragem da 12ª DT/Itapuã, onde está preso desde então, para ser conduzido ao sistema prisional.

Wesley teria começado a assediar a garota em janeiro, através de ligações telefônicas. Ele chegava a ligar até 24 vezes por dia para a residência da criança, com a qual mantinha conversas de cunho sexual e utilizava diversas palavras de baixo calão.

Os pais da garota procuraram o Ministério Público e a Polícia Civil, que foi acionada para instaurar inquérito e apurar o fato. Após a identificação da autoria, Wesley teve a prisão preventiva decretada pela 1ª Vara Criminal de Lauro de Freitas. Ele deverá responder pelo crime de estupro de vulnerável e ficará custodiado na carceragem da 23ª DT/Lauro de Freitas à disposição da Justiça.

Na delegacia, ele disse ter ligado, utilizando o próprio celular no modo restrito, para um número de telefone aleatório e esperava que uma mulher atendesse para que ele pudesse flertar. Quando a criança atendeu o telefone, ele afirmou ter considerado sua voz atraente e decidiu iniciar as conversas.

Compartilhar