Wagner decreta luto de três dias pela morte de Campos: “Perdi um amigo”

Em nota oficial, divulgada nesta quarta-feira (13), o governador do Estado, Jaques Wagner (PT), ficou extremamente consternado com a morte do ex-governador de Pernambuco e candidato à Presidência da República, Eduardo Campos. Segundo o petista, além de um dos mais importantes políticos do país da atualidade, Eduardo Campos sempre se destacou pelo seu comprometimento com as causas sociais do povo de Pernambuco e do país.

“Ele merece a mais elevada homenagem de todos os brasileiros. Eu, pessoalmente, perco um grande amigo. Construímos laços de profundo carinho, respeito e admiração. Em nosso último encontro, no enterro do escritor Ariano Suassuna, pude abraçá-lo. Em meu nome, em nome de minha esposa Fátima e de todas as baianas e baianos, a nossa homenagem a esse exemplo de ser humano e homem público”, disse o governador.

Wagner estava em Brasília, no momento em que aconteceu o acidente, onde participou, pela manhã, na companhia da mãe de Campos, Ana Arraes, da cerimônia de posse do novo presidente do Tribunal de Contas da União (TCU), Bruno Dantas. O governador decretou luto oficial de três dias.

Compartilhar