Bacelar reafirma pré-candidatura e diz que Bruno Reis ‘está preparado’

O deputado federal defendeu que o grupo do governador Rui Costa tenha apenas um candidato para disputar o Palácio Thomé de Souza

Presidente do Podemos na Bahia, o deputado federal Bacelar reafirmou, ontem, que é pré-candidato a prefeito de Salvador em 2020, quando acontecerá a sucessão de ACM Neto (DEM). Como o vice-prefeito Bruno Reis (DEM) é cotado para ser o postulante do prefeito soteropolitano, é possível que o parlamentar enfrente o seu ex-assessor. Bruno trabalhou no gabinete de Bacelar quando este era vereador da capital baiana. Ao Jornal Tribuna da Bahia, o deputado elogiou o número 2 do Palácio Thomé de Souza, mas ressaltou que hoje estão em lados opostos.

“É um ex-assessor e uma pessoa muito próxima e querida. Politicamente, eu acho que seria muito bom ver um aluno crescer. Os bons alunos se destacam. Temos excelente relação pessoal e familiar. E um respeito muito grande. Salvador vai ganhar. Ele vai defender um projeto para cidade. Será um debate muito rico. Eu não posso definir meu adversário. Agora, nas forças que apoiam o atual prefeito, é o que tem o maior destaque. Ele está preparado. Não tenho a menor dúvida. Agora, o projeto que ele apresenta é um projeto que não atende as aspirações populares da cidade. É um projeto elitista. Mas capacidade para administrar a cidade ele tem e já está sendo testado”, declarou Bacelar.

O deputado federal ainda defendeu que o grupo do governador Rui Costa (PT) tenha apenas um candidato para disputar o Palácio Thomé de Souza. “Eu pessoalmente defendo a construção de uma candidatura única. Mas isso só será definido em junho. Até junho, acho que tem que ir para as ruas seguindo a orientação do governador Rui Costa. Estou seguindo a orientação dele que é ir para as ruas. Estou fazendo isso. Essa semana farei duas reuniões nos bairros”, declarou. Para Bacelar, Rui Costa está certo ao não entrar agora nas conversas sobre a eleição de 2020. “O governador está correto. Ele administra o estado todo.  Ele está dando atenção à questão da administração. Ele vai ser o maior eleitor da cidade de Salvador. Ele vai entrar na política no próximo ano e será o maior eleitor pelo volume de obras que tem na cidade”, pontuou.

Compartilhar