Bahia atrai novos investimentos nas áreas de eletricidade e plástico

Novos empreendimentos geram mais de 600 empregos diretos no interior

A Bahia está ganhando novos empreendimentos nas áreas  de eletricidade e gás, eletroeletrônico e plástico. Juntas, as empresas Interligação Elétrica Paraguaçu, Aptar do Brasil Embalagens Dicomp Distribuidora de Eletrônicos estão investindo  R$ 211,5 milhões e gerando 668 empregos diretos.  O anúncio foi feito, ontem, durante a assinatura de protocolos de intenções, na Secretaria de Desenvolvimento Econômico (SDE). Os novos empreendimentos beneficiarão os municípios de Camaçari, Feira de Santana, Porções, Planalto, Caatiba, Itambé e Macarani.

O sudoeste baiano vai ganhar um reforço no sistema elétrico, com a implantação de linhas de transmissão de energia, beneficiando os municípios de Porções, Planalto, Caatiba, Itambé e Macarani. A empresa Interligação Elétrica Paraguaçu está investindo R$ 171 milhões na construção das novas linhas e gerando cerca de 500 empregos diretos na construção civil.

“A previsão é que a obra, que já está em andamento, fique pronta no final de 2020. A finalidade principal do projeto é possibilitar o escoamento da energia produzida em Belo Monte e da energia eólica produzida pela região Nordeste. Além de reforçar o sistema de transmissão no Sudoeste da Bahia, na região de Poções”, diz  o diretor administrativo Edwald Lippe, da Aliança Interligação Elétrica.

Líder na fabricação de tampas e dispenses tanto para indústria de beleza e cuidados pessoais, como para limpeza domiciliar, embalagens e bebidas, a Aptar do Brasil Embalagens chega à Bahia a partir de  uma parceria com o Boticário. A unidade, que receberá investimentos de R$ 40 milhões, será instalada próxima à fábrica de cosméticos, em Camaçari, e terá capacidade de produzir cerca de 65 milhões de peças/ano.

No início da operação serão gerados 60 empregos diretos, podendo chegar a até 150, quando a unidade industrial estiver operando em plena capacidade.

“Já estamos em contato com Senai para treinar os funcionários que forem trabalhar na nossa planta e estabelecer programas para disseminar tecnologia para potenciais clientes”, destaca o diretor geral da Aptar, Adriano Magalhães.

A Dicomp Distribuidora de Eletrônicos vai investir R$ 500 mil na implantação de uma unidade em Feira de Santana para produção de material óptico. A empresa, com matriz em Maringá, no Paraná, atende todo o Brasil e alguns países do Mercosul. “A vinda para Bahia vai facilitar a logística no Norte/Nordeste”, diz Lourival Alvas do Nascimento Junior, representante da empresa.

Compartilhar