Casal é encontrado morto em terreno baldio na Via Regional

Perícia indica morte há mais de 12 horas; suspeita é de que corpos tenham sido desovados no local

Os corpos de um homem e uma mulher, ainda não identificados, foram encontrados em um terreno baldio na Via Regional, no bairro de Águas Claras, na manhã desta segunda-feira (2). Os cadáveres apresentam marcas de tiros em diversas partes do corpo e, de acordo com o Departamento de Polícia Técnica (DPT), foram apenas desovados no local.

As vítimas foram assassinadas, ainda de acordo com peritos, há pelo menos 12 horas. A princípio, foi levantada a possibilidade de que os corpos fossem de Rosenilda de Jesus Santos, 44 anos, e Silvano Souza dos Santos, 48 – um casal desaparecido em Jauá, na Região Metropolitana. Ao comparar as fotos dos dois com os corpos, no entanto, a polícia descartou a suspeita.

De acordo com o responsável pelo Serviço de Investigação em Local de Crime (Silc), o delegado Líbio Braga, ainda não há como indicar uma motivação. “Contamos, agora, com as informações do nosso banco de dados do Departamento de Proteção à Pessoa (DPP), para, quem sabe, identificar as vítimas”.

Ainda segundo Braga, o homem apresenta marcas de tiros no ombro direito, axila direita, queixo, nuca e perna direta. Ele estava vestido com bermuda e camisa. Já a mulher, que vestia um macaquinho e tinha os seios à mostra, foi baleada no peito direito, olho direito e nuca.

Curiosos que pararam no local, ao lado de um ponto comercial, para acompanhar o trabalho da polícia afirmaram não conhecer o casal. Sem se identificar, um homem se limitou a dizer que “podem ser vítimas dos tiros de ontem”. À reportagem, contou que ouviu “muitos tiros” na localidade conhecida como Vietnã, vizinha à Regional.

Os cadáveres, removidos por volta de 9h10, foram encaminhados para o Instituto Médico Legal Nina Rodrigues (IMLNR), onde aguardam familiares que possam fazer a identificação e liberação.

O duplo homicídio é investigado pelo Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP).

Compartilhar