Bahia garante sua melhor campanha no primeiro turno da Série A

Defesa sólida e aproveitamento em casa fazem tricolor olhar para a parte de cima da tabela

Quando a temporada começou para o Bahia, o tricolor tinha um discurso claro: subir um degrau. Na prática, o Esquadrão vem cumprindo bem esse papel no Campeonato Brasileiro. Faltando mais dois jogos para o fim do primeiro turno, o tricolor já conseguiu atingir a sua melhor campanha na primeira metade do Brasileirão por pontos corridos.

A vitória sobre o CSA, por 1×0, sábado, na Fonte Nova, deixou o time com 27 pontos em 17 jogos, dois a mais do que os 25 que fez em todo o primeiro turno do ano passado e que era a melhor marca do clube desde que o Brasileirão passou a ser disputado por 20 equipes, em 2006.

Além de estabelecer o recorde para o clube, a boa campanha eleva o patamar do Bahia no Campeonato Brasileiro. Ainda que jogadores e comissão técnica evitem a euforia, a oitava colocação deixa o Esquadrão cada vez mais perto do G6, o grupo dos clubes que se se classficam para a Copa Libertadores da América de 2020.  No momento, o tricolor tem os mesmos 27 pontos do Inter, sexto colocado, mas tem uma vitória a menos.

Mesmo se não conseguir terminar entre os seis primeiros, é importante para o clube se manter no bolo, já que existe a possibilidade do Brasileirão abrir mais três vagas para a Libertadores. Para isso é preciso que o campeão da Copa do Brasil termine entre os seis primeiros do Brasileirão e que clubes do G6 conquistem Libertadores e Sul-Americana.

Na Sula, Atlético-MG e Corinthians estão nas semifinais – e não se cruzam. Na Libertadores, o Brasil já garantiu um finalista entre Grêmio e Flamengo. A principal competição internacional é um dos sonhos do clube, que não disputa o torneio desde 1989, após levantar o Brasileirão pela segunda vez.

Defesa sólida
O técnico Roger Machado faz questão de enaltecer o feito e afirma que os resultados são frutos de trabalho. “Estamos com 27 pontos, o melhor primeiro turno dos pontos corridos do Bahia. Foi também o nono jogo sem sofrer gols, mais da metade do turno, o que nos possibilita estar sempre vivo nas partidas. Esses 27 pontos nos colocam em uma condição muito importante e não foram conquistados por acaso. Os atletas se dedicaram bastante e colocaram dentro de campo a estratégia e modelo que a gente traçou e vem funcionando bem”, comenta o treinador tricolor.

Além de nove jogos sem levar gol, o total sofrido é baixo. São 15 em 17 partidas, média de 0,88 por jogo.

A luta na parte de cima da tabela também deixa de lado uma conversa que era constante no Fazendão: a briga contra o rebaixamento. Mesmo que não pontue contra Vasco (fora) e Fortaleza (casa), o primeiro turno do Bahia vai passar longe do Z4. Os 13 pontos que abriu para a Chapecoense, primeiro time no Z4, são a maior distância do Bahia nos pontos corridos. Por isso, os olhos estão voltados para o topo da tabela.

Força na Fonte Nova
A campanha histórica do Bahia pode ser explicada pela força do time na Fonte Nova. Jogando no estádio, o Esquadrão conquistou 17 dos atuais 27 pontos. A conta poderia ser ainda maior, mas o triunfo sobre o Grêmio, por 1×0, na sétima rodada, foi conquistado em Pituaçu.

O desempenho como mandante é o quinto melhor em número absoluto de pontos e sétimo em aproveitamento (74,1%), ficando atrás apenas de Flamengo, Internacional, Santos, Palmeiras, Corinthians e Athletico-PR.

Para se ter uma ideia da força do Bahia na Fonte, o clube completou, no dia 22 de agosto, um ano sem perder no estádio pelo Brasileiro. O último revés foi para o Internacional, por 1×0, na 20ª rodada do ano passado.

De lá para cá o Bahia disputou 13 jogos no estádio. Venceu nove e empatou quatro. Nesse período, a única derrota como mandante no Brasileirão foi para o Santos, por 1×0, na 10ª rodada da edição deste ano, mas o duelo foi disputado em Pituaçu.

Histórico do Bahia ao fim do 1º turno da Série A:

2011 – 20 pontos, 16º lugar
2012 – 17 pontos, 16º lugar
2013 – 23 pontos, 14º lugar
2014 – 17 pontos, 19º lugar
2017 – 23 pontos, 13º lugar
2018 – 25 pontos, 9º lugar
2019 (em andamento) – 27 pontos, 8º lugar e com 2 jogos a disputar, contra Vasco e Fortaleza

Compartilhar