Em busca de embalo na Série B, Vitória recebe o América-MG

Leão busca o terceiro triunfo seguido a partir das 19h15, no Barradão

Confronto com clima de final. O Vitória só depende das próprias forças para se manter fora da zona de rebaixamento da Série B e, por isso, vencer a partida desta quarta-feira (21) é obrigação. A bola rola no Barradão a partir das 19h15 contra o América-MG, adversário direto na luta contra o Z4. Com os mesmos 17 pontos do rival, o rubro-negro ocupa a 16ª posição, uma acima do time mineiro, que tem um triunfo a menos e abre a zona, em 17º.

O Vitória precisa pelo menos empatar para se manter fora do Z4, mas, após dois triunfos consecutivos, só com mais um o time se dará o direito de mirar algo mais que apenas escapar do rebaixamento em novembro. Se perder, o Leão será ultrapassado pelo adversário e voltará à zona dos quatro últimos colocados.

A meta rubro-negra é quebrar um tabu que já dura mais de um ano. Após bater Paraná (2×0) e CRB (1×0), o time comandado por Carlos Amadeu tentará vencer a terceira partida seguida, algo que não ocorre desde março de 2018. Na ocasião, a equipe treinada por Vagner Mancini derrotou Ferroviário, Globo e Bahia de Feira na sequência, pela Copa do Nordeste e Campeonato Baiano.

O técnico Carlos Amadeu teve pouco tempo para ajustar o time antes de seu terceiro compromisso. Foram apenas dois treinamentos entre a partida contra o CRB, domingo, em Maceió, e o duelo com o América-MG.

Os jogadores, no entanto, estão confiantes que a sequência de jogos não vai atrapalhar a reabilitação do time no campeonato. “Tivemos um período curto de recuperação, mas isso não é importante. Jogo vai ser em casa, difícil também como todos os outros. Cabeça tranquila para fazer um bom jogo e conseguir o resultado positivo”, pregou o meia Felipe Gedoz, destaque e vice-artilheiro do Vitória na competição com três gols – Anselmo Ramon marcou quatro.

Wesley, suspenso, abre vaga no ataque, e Thiaguinho é o provável substituto. Na lateral direita, Matheus Rocha retorna de suspensão. O Vitória deve entrar em campo com: Martín Rodríguez, Van (Matheus Rocha), Everton Sena, Ramon e Capa; Baraka, Léo Gomes, Thiaguinho e Felipe Gedoz; Anselmo Ramon e Jordy Caicedo.

Um triunfo diante do América-MG dará mais tranquilidade para o trabalho no restante da semana. No sábado (24), o Vitória voltará a campo contra o Operário-PR, às 16h30, no Barradão.

“Temos que pensar jogo a jogo, não podemos pensar no jogo de amanhã (hoje) e no jogo de sábado. Nossa batalha é amanhã (hoje). Terminando, se Deus quiser com resultado positivo, aí a gente passa a pensar no jogo de sábado”, pontuou Gedoz, após o último treino preparatório, na terça.

O meia considera fundamental ter o apoio da torcida nesse momento e tratou de convocar os rubro-negros. “A gente vem em uma crescente muito boa. Nosso torcedor é o 12º jogador. Sabemos da importância quando o estádio está fervendo”.

Elenco do Vitória ouve orientações do técnico Carlos Amadeu (Foto: Letícia Martins / EC Vitória)

Recorde de público? 
Estádio fervendo é algo que os jogadores do Vitória ainda não presenciaram em 2019, e a expectativa é justamente de quebra de recorde de público.

A missão não é difícil. O maior público rubro-negro no ano foi de 7.482 pagantes na virada por 2×1 sobre o Vila Nova, dia 4 de maio, pela 2ª rodada da Série B. Ruan Levine, atualmente machucado, marcou os dois gols.

O baixo número de torcedores certamente tem influência direta de dois fatores: a má campanha do time desde o início do ano, com eliminações precoces em todas as competições; e o mando de campo ter sido do Bahia nos dois Ba-Vis de 2019, válidos pelas fases de grupos da Copa do Nordeste e do Campeonato Baiano. Como o Vitória foi eliminado antes do mata-mata do estadual, não houve clássico no estádio rubro-negro.

Os ingressos estão à venda no site futebolcard.com (até as 15h15) e em quatro pontos físicos, que são a bilheteria do estádio e as lojas oficiais no Barradão, Capemi e Shopping Lapa.

O preço de arquibancada é R$ 60 / R$ 30 (meia); cadeira custa R$ 100 e R$ 50 (meia). Criança até 11 anos não paga. O dia será de rodada dupla no Barradão. Na preliminar, Vitória e Sport se enfrentam às 16h pelo Campeonato Brasileiro sub-20.

Compartilhar