Melancia: Carballal ataca Bolsonaro e critica prisão de Lula

Defender essas ações racistas, de destruição da natureza, do meio ambiente que a gente vem assistindo pelo atual presidente”, frisou o legislador.

O vereador Henrique Carballal (PV) disse que, se Bruno Reis (DEM) for confirmado como o candidato a prefeito do grupo político, o democrata deve aceitar o apoio do PSL, mas não deve conceder ao partido do presidente Jair Bolsonaro a vice na chapa. “Apoio não se nega. Não se nega apoio no processo eleitoral. Quem nega apoio está fadado a perder eleição. O voto na urna do racista tem o mesmo voto do negão. O machista tem o mesmo voto da mulher. Então, você não nega apoio. Agora, uma coisa é o PSL apoiar. O PSL indicar a vice é outra coisa. Quando você indica o vice se dá uma feição à chapa”, declarou, em entrevista à Rádio Câmara Salvador.

Carballal entende que Bruno Reis vai fracassar caso conceda a vice ao PSL. O vereador desafiou o vice-prefeito de Salvador a defender na campanha a reforma da Previdência que foi enviada pelo governo Bolsonaro ao Congresso Nacional. “Eu acho que se Bruno Reis tiver como vice um candidato do PSL, sem dúvida nenhuma, a candidatura de Bruno está fadada ao fracasso. Bruno naturalmente se coloca como candidato favorito, mas com alguém com a vice do PSL vai carregar toda a carga negativa que o governo de Jair Bolsonaro possui. Quero ver Bruno ou qualquer candidato defender a reforma da Previdência. Quero ver alguém aqui no processo eleitoral dizer: ‘acho que o povo tem que se aposentar 70 anos de idade’. Quero ver ele ir na favela pedir voto para ver se ele não vai ser cobrado por quem precisa de uma aposentadoria para sobreviver”, pontuou.

Integrante da base do prefeito ACM Neto (DEM), o vereador Henrique Carballal atacou o governo Bolsonaro e criticou a prisão do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT). Para o verdista, Bolsonaro é “estúpido” e “despreparado” para o cargo e a sua vitória eleitoral foi uma “afronta à história” do Brasil. “Quem apoia esse governo terá responsabilidade com a população e com a história (…) É um governo fadado ao fracasso. E está fadado ao fracasso qualquer candidatura que faça aliança com o partido dele para a sucessão em 2020. Vai pagar um preço muito alto. Quero ver na Bahia, em Salvador, quem vai defender cortes de verbas para educação. Defender essas ações racistas, de destruição da natureza, do meio ambiente que a gente vem assistindo pelo atual presidente”, frisou o legislador.

Carballal fez questão de ressaltar que ACM Neto “não manda nele”. “O prefeito não manda em mim. Eu sou aliado do prefeito ACM Neto. Sou correligionário, liderado dele. O prefeito sabe que eu sempre defendi que o governo dele é um governo de disputa política. E estou no governo dele disputando para que o governo dele tenha característica de esquerda, que é combate ao status quo. Eu não posso abrir mão da minha história. Trocarei farpas sempre que for para defender a democracia”, pontuou.

O vereador afirmou que o candidato de ACM Neto na eleição de 2020 será o “favorito”. “O prefeito possui uma competência atestada. Naturalmente, a cidade vai receber entregas importantíssimas, como é o caso do Centro de Convenções e do BRT. E vai colocar em xeque a capacidade gerencial do governador Rui Costa”, afirmou. Carballal negou torcer contra o governo Bolsonaro. “Não torço para que dê errado. Torço pelo meus país. Tenho amigos dentro do governo. Agora, eu não acredito em gente estúpida como é o caso do presidente da República”, salientou.

Compartilhar