Homem é morto a facadas em posto de gasolina na Sete Portas

Informações preliminares apontam que vítima agrediu irmã de traficante antes e morrer

Um homem foi assassinado em um posto de combustíveis na manhã desta quinta-feira (8), na Rua Djalma Dutra, na Sete Portas. O crime aconteceu por volta das 10h.

De acordo com informações preliminares da Polícia Civil, que investiga o caso, o homem que foi morto no posto teria agredido a irmã de um traficante da área do Barbalho na quarta-feira (7). A motivação, então, seria uma represália. A identidade da vítima ainda não foi revelada.

VÍDEO

Nas imagens, um homem de camisa listrada e bermuda marrom inicia uma discussão do lado de fora da loja de conveniência do posto. Em seguida, força a porta, invade o local e esfaqueia um rapaz que vestia bermuda azul e camisa da Bamor, torcida organizada do Esporte Clube Bahia.

O homem esfaqueado sai correndo com a faca presa no peito e, poucos metros depois, cai no passeio, perde muito sangue e morre.

Segundo testemunhas, a confusão começou pela manhã, quando um homem passou correndo nas proximidades do posto.

“Tinha um cara com uma faca nas mãos, que subiu correndo a escada que fica do outro lado da rua. Pouco depois, veio uma outra pessoa correndo em direção ao posto, com esse cara armado atrás dele. Na verdade, eram uns quatro caras atrás do que morreu”, contou um homem que pediu para não ser identificado.
Outra testemunha disse que o homem que estava sendo perseguido foi alcançado pelo grupo e agredido com socos e chutes. “Um deles chegou a jogar uma pedra que acertou a cabeça dele, mas ele conseguiu correr para dentro da loja de conveniência. Nesse momento, já tinha chegado mais gente e estava a maior confusão”, disse.

Um dos frentistas contou que estava atendendo um cliente quando percebeu a situação. “O rapaz perguntou se tinha outro posto aqui por perto e arrastou com o carro. A gente ficou aqui, perto das bombas, sem saber o que fazer. Foi tudo muito rápido”, disse.

O tumulto só terminou depois que o homem que estava armado conseguiu entrar na loja e esfaquear o outro no peito. Na tarde desta quinta, funcionários ainda limpavam as manchas de sangue que ficaram no local.

O funcionário disse ainda que a violência nas proximidades do posto tem assustado quem trabalha no local. “Tem três anos que eu trabalho aqui e nunca tinha passado por isso. Na hora que eles estavam batendo no cara, disseram que ele tinha matado uma mulher ontem, que era irmã de um dos que estavam batendo. Mas a gente não conhece nenhum deles. Essa semana, um cara colocou fogo em outro aqui perto. Hoje, acontece isso. A gente fica com medo”, disse.

A notícia sobre a morte de espalhou rápido. Enquanto a reportagem entrevistava as testemunhas, clientes pararam no posto para perguntar sobre o caso. “Aquele vídeo que está circulando é real? Foi aqui mesmo que aconteceu?”, perguntou um motorista para um dos frentistas.

Após o crime, o posto segue funcionando normalmente.

Por meio de nota, a Polícia Militar informou que uma equipe da 2ª Companhia Independente da PM (Barbalho) foi acionada através da Cicom para atender a uma denúncia de que um homem foi vítima de pauladas e arma branca. Como a vítima não resistiu, “uma das guarnições realizou o isolamento da área e acionou o Serviço de Investigação em Local de Crime (Silc) para proceder com a perícia e a remoção do corpo”.

A nota diz ainda que, “outras equipes, após rondas à procura de suspeitos, prenderam uma dupla de indivíduos suspeitos de ter participado do crime nas imediações da Piedade e estão sendo apresentados à Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP)”.

Compartilhar