Jovem é preso suspeito de matar a sogra e esfaquear motorista de aplicativo durante fuga

Segundo a polícia, Cleilson Simões de Lima desconfiou que o motorista do transporte por aplicativo ouviu uma conversa dele sobre o crime e iria entregá-lo para a polícia.

Um jovem de 21 anos foi preso por policiais civis suspeito de matar a sogra a facadas por causa de uma dívida de R$ 200 que a vítima tinha com ele, em Camaçari, região metropolitana de Salvador. Durante a fuga, o suspeito tentou matar um motorista por aplicativo em Mata de São João.

A informação foi divulgada pela Polícia Civil nesta segunda-feira (5) durante uma coletiva de imprensa na sede do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP).

Conforme a delegada Maria Thereza Santos, da 4ª Delegacia de Homicídios (DH/Região Metropolitana), Cleilson Simões de Lima namorava com a filha da vítima, que tem 14 anos, com quem tem um filho de seis meses.

Segundo informações de Maria Thereza, o casal morava junto em Camaçari, mas por causa de dificuldades financeira, resolveu morar com a cabeleireira Elaine Bastos Barbosa. Entretanto, o marido da vítima foi contra a decisão de ter o suspeito morando na casa dele e decidiu não deixar o jovem morar com a família.

De acordo com a delegada, Cleilson ficou ofendido e foi falar com o padrasto da namorada. O suspeito também queria que o homem pagasse R$ 200, no qual gastou com a mudança de casa.

Maria Thereza informou que, ao chegar na casa da sogra, o padrasto da vítima não estava e o jovem só encontrou Elaine Bastos. Cleilson pediu o celular da sogra para ligar para o marido dela, mas a mulher negou. O suspeito então atingiu ela duas vezes com uma faca.

Ainda segundo a delegada, um primo do suspeito, que não teve a identidade revelada, também é investigado por participação no crime. Ele teria ficado na porta da casa para impedir a saída de Elaine.

Após o crime, de acordo com Maria Thereza, Cleilson e o primo dele pegaram duas cervejas na geladeira da casa e fugiram em um transporte por aplicativo.

A coletiva de imprensa realizada nesta segunda também contou com a participação do delegado Euvaldo Costa dos Santos, da delegacia de Mata de São João.

Tentativa de homicídio

Segundo Euvaldo Costa, Cleilson Simões decidiu voltar para casa, em Mata de São João, após o crime. Entretanto, quando fugia, o suspeito desconfiou que o motorista Marcus Vinicius Dias Vacarezza ouviu a conversa dele com o primo e que ele estaria tentando levá-lo para a delegacia.

De acordo com delegado, Cleilson agrediu o motorista com a mesma faca utilizada no crime. A vítima, que foi atingida na região do pescoço, perdeu a direção do veículo e bateu no muro de uma casa. O suspeito fugiu.

Euvaldo Costa informou que Marcus Vinicius foi socorrido por uma equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e levado para o Hospital Municipal de Mata de São João, e depois transferido para o Hospital Geral do Estado (HGE). Não há informações sobre sobre o estado de saúde dele.

O suspeito confessou os crimes e disse que se arrependeu. O homicídio contra a sogra é investigado na delegacia de Camaçari e a tentativa de homicídio é investigada na delegacia de Mata de São João.

Compartilhar