‘Fica o gosto amargo de não ter vencido’, diz Loss após empate

Apesar de lamentar o resultado, treinador do Vitória valorizou ponto conquistado

O empate por 1×1 contra o Figueirense não era o resultado que o Leão queria. Apesar de ter saído atrás no placar, o Vitória não se abateu e dominou o adversário no estádio Orlando Scarpelli, em Florianópolis. Ao final da partida, o técnico Osmar Loss valorizou o ponto conquistado fora de casa, mas reconheceu que ficou com o gosto amargo por não ter vencido, já que o rubro-negro teve um jogador a mais durante boa parte do segundo tempo.

“Estávamos fazendo uma partida de igual para igual, tivemos uma situação de saída de impedimento, mas conseguimos recuperar o emocional, que é importante. O Vitória vem em busca de ser cada vez mais sólido emocionalmente. Encontramos o empate ainda no primeiro tempo, na segunda etapa subimos um pouco a marcação, tiramos a posse do Figueirense e, mesmo antes da expulsão, criamos boas chances. Depois da expulsão facilitou o caminho, mas a gente fica com o gosto amargo de não sair com os três pontos”, disse Osmar Loss.

O treinador aproveitou ainda para falar sobre a fase do Vitória na Série B. Segundo ele, o Leão passa por um momento de restruturação e precisa pensar um jogo de cada vez. O empate fora de casa deixou o time baiano com 11 pontos, dentro da zona de rebaixamento da segundona. Na próxima rodada, o Vitória visita o Brasil-RS, no sábado (3), às 11h, no estádio Bento Freitas, em Pelotas, no Rio Grande do Sul.

“Passa por uma reestruturação, um presidente que assumiu o time em abril, com o campeonato em andamento, reformulou comissão técnica e elenco e dentro desse projeto a gente vem tentando ajudar e tirar o Vitória dessa situação incômoda que ele vivencia não só na Série B, mas vivenciou no Baiano, na Copa do Nordeste, na Copa do Brasil… Por isso que a gente valoriza esse ponto que a gente conquistou aqui”, finalizou o treinador.

Compartilhar