Nelson Leal diz que “insultar o Nordeste e os nordestinos não resolve os problemas do país”

Chefe da ALBA diz que o presidente da República tem que descer do palanque e governar

O presidente da Assembleia Legislativa da Bahia – ALBA, deputado Nelson Leal, rebateu hoje (20.07) a fala do presidente Jair Bolsonaro que criticou o Nordeste e os nordestinos, chamando-os de “paraíbas”. “O Presidente da República precisa descer do palanque e, realmente, passar a governar para todos, indistintamente de partido ou credo. Se ele foi eleito pelo voto popular, os governadores do Nordeste também o foram. Temos um exército de 14 milhões de desempregados nas ruas. Que medidas estão sendo tomadas para solucionar o problema? Duzentos dias depois já é hora de apontar soluções e não criar mais embaraços”, dispara o presidente da ALBA.

Leal diz que tem muito orgulho de suas raízes nordestinas. “Sou brasileiro, nordestino e baiano, com muito orgulho da nossa riqueza cultural e econômica, da nossa gastronomia, das nossas tradições. Eles sabem fritar hambúrguer, enquanto nós fazemos cuscuz, acarajé e moqueca. Nossa região não precisa de esmolas nem de favores, mas deve ser respeitada constitucionalmente, a começar pelo Presidente da República, que é o chefe da Nação brasileira, é o comandante dos nossos destinos”, diz o chefe do Legislativo baiano.

Nelson Leal continuou hoje sua visita aos municípios da Bahia, passando hoje pelo Vale do Paramirim, em Macaúbas, Boquira, Ibipitanga (distrito de Alvinópolis), Rio dos Pires e Paramirim. “Não dá pra conhecer os problemas da Bahia – que tem dimensões de um país – somente ficando em Salvador. Parodiando Milton Nascimento e Fernando Brandt, ‘é preciso ir aonde o povo está’, para que a gente veja de perto os problemas e possa apontar soluções em estradas, hospitais, escolas, abastecimento d‘água etc”, explicou Leal.

Compartilhar