Polícia Militar estima que 50 mil pessoas devem protestar contra Dilma em São Paulo

protestar contra Dilma

Após o “panelaço” em protesto ao pronunciamento da presidente Dilma Rousseff (PT), no último domingo (8), a Polícia Militar do estado de São Paulo trabalha com a possibilidade de que cerca de 50 mil pessoas compareceram às manifestações programadas para este domingo (15) contra o governo da petista. Segundo o monitoramento realizado pela PM nas redes sociais, o número de pessoas que confirmaram presença nos atos aumentou cerca de 13 vezes desde que a presidente falou em cadeia nacional de rádio e televisão. De acordo com a colunista Mônica Bergamo, o fator de maior preocupação para a cúpula da Polícia Militar seria um grupo autodenominado “Revoltados Online”, que, além dos protestos do dia 15, articula atos também na sexta-feira (13), quando as centrais sindicais e movimentos sociais devem protestar em defesa do governo.

Compartilhar