Após vazamento de mensagens, Lídice diz que Moro repete ‘mantra que não convence ninguém’

Presença do ministro estava agendada para quarta-feira, na Câmara, na próxima quarta

A deputada federal Lídice da Mata (PSB) lamentou a desistência do ministro da Justiça, Sérgio Moro, de ir à Comissão de Constituição e Justiça (CCJ) da Câmara dos Deputados, na próxima quarta-feira (26). Na semana passada, Moro passou 9 horas esclarecendo aos senadores as mensagens atribuídas a ele e a procuradores da Operação Lava Jato divulgadas pelo site The Intercept Brasil.

“Eu acho muito ruim. O que eu assisti da presença do ministro no Senado… Achei lamentável. A participação dos senadores foi até muito boa, mas o ministro não respondeu a ninguém. Repetiu um mantra que não convence a ninguém. E, cada dia convence menos a sociedade. É contraditório com a lei. É inadmissível que os fins justificam o meio, se não, não precisava ter regramento democrático”, disse em entrevista. A parlamentar curte os festejos juninos, no Pelourinho, em Salvador, neste domingo (23).

Compartilhar