Desaparecido há seis anos em Pernambuco, homem é achado morto em Salvador

Irmã falou que ele havia fugido de uma clínica de reabilitação

Mércia Soares, 41 anos, chegou em Salvador na noite de sexta-feira (14) de carona, após receber uma ligação da Delegacia de Polícia Civil de Pernambuco. A ligação informava que o corpo do seu irmão, Marcos Antônio Soares da Silva, 38 anos, foi encontrado em um prédio abandonado do bairro de Armação, em Salvador.

Mércia, que é de Recife, conta que Marcos foi espancado e, devido aos golpes na cabeça, acabou morrendo. A notícia foi uma surpresa para a pernambucana. “Há seis anos eu não via meu irmão. Ele era dependente químico, veio para Salvador para se tratar em uma clínica, mas fugiu. Desde 2013 eu não falo com ele, e agora fico sabendo que ele morreu assim”, lamenta.

Marcos, segundo a irmã, era dependente químico e fugiu da clínica de reabilitação
Foto: Acervo Pessoal

No entanto, a ida ao Instituto Médico Legal Nina Rodrigues (IMLNR) não foi suficiente. Como o irmão tinha uma ficha criminal em Pernambuco, o corpo só pode ser liberado após o envio desta ficha para o IMLNR.

“Eu vim só com a roupa do corpo, e vou ter de esperar até segunda-feira (17), aqui. Não tenho onde ficar, como comer. Depois que sair daqui vou ter que providenciar tudo”, explicou a irmã da vítima.

O caso será investigado pela 1ª Delegacia de Homicídios do Departamento de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP).  Procurada, a Polícia Civil informou que o corpo chegou ao IMLNR sem identifacação e que só poderá se posicionar sobre o assunto na segunda-feira (17).

Compartilhar