Festival da Cultura Evangélica de Salvador agita orla de Piatã

Evento reuniu artistas da música gospel nacional e local como os cantores Bruna Karla, Fernandinho e Irmão Lázaro

“Quem aqui adora a Deus?”. A pergunta ecoou pela orla de Piatã, neste sábado (1º), durante o Festival da Cultura Evangélica de Salvador. E a resposta do público parecia um gol da Seleção Brasileira. Faixas de Jesus na cabeça e muito louvor marcaram o evento gratuito que aconteceu ao som de artistas pop da música gospel nacional e local como os cantores Bruna Karla, Fernandinho e Irmão Lázaro.

Sentada em uma cadeira de praia, a técnica em informática Marizete Siqueira, 57 anos, não escondia o entusiasmo e foi a primeira a responder à pergunta do início do texto, com um alto e sonoro “eu!”. “Esse evento é maravilhoso, sabe? Estou aqui, tranquila, com essa brisa do mar e pronta para receber a bênção. É uma oportunidade de ouvir a palavra de Deus, independente da religião, porque Deus é um só”, defendeu Marizete.

Realizado pela prefeitura municipal de Salvador, o evento repetiu o clima família do primeiro dia que contou com shows de Aline Barros e Sandro Nazireu. Ou seja: crianças e adultos brincavam e cantavam espalhados pela grama, com direito a cangas no chão, com muita tranquilidade. “Gosto da religião cristã, ela me faz muito feliz”, justificou a pequena Camilly Vitória, 11 anos, que estava no festival pela primeira vez.

Mais adiante, estavam o empresário Joabe Santos, 30, e a assessora parlamentar Simone Ramos, 34, que vieram de Simões Filho para prestigiar o evento. Casados há 11 anos, os dois justificaram dizendo que nenhum artista levou eles até ali. “Viemos ouvir a palavra de Deus, porque é isso que nos fortalece. Não é só um show, mas um caminho para a palavra Dele. Não deposito esperança em artista, mas em Deus”, garantiu Joabe.

 

Compartilhar