Alexandre Aleluia sai em defesa de Olavo de Carvalho nas redes: ‘Imensidão de obras, palavras e ideias

Em seu perfil no Twitter, o democrata confessou, em uma publicação feita na noite desta segunda-feira

O vereador Alexandre Aleluia (DEM) utilizou as redes sociais para reafirmar o seu apoio ao professor Olavo de Carvalho, alvo de críticas por parte de integrantes do partido do presidente Jair Bolsonaro, o PSL, e, também, por militares que fazem parte do governo.

Em seu perfil no Twitter, o democrata confessou, em uma publicação feita na noite desta segunda-feira (13), que deve ao filósofo “grande parte da formação do seu imaginário dentro da política”.

O legislador baiano também chegou a dizer que tem “orgulho de ser seu aluno há quatro anos e fazer parte do resgate da imaginação moral da comunidade”.

*Confira o texto publicado pelo vereador Alexandre Aleluia*:

_“Ao Olavo de Carvalho devo grande parte da formação do meu imaginário dentro da política. Olavo me ajudou a ter entendimento do servilismo da nossa nação a “consensos”, ideologias, entidades internacionais e à linguagem escravizante de hordas de revolucionários. Olavo não apenas denunciou a imensa estrutura de poder criada pelo Partido, ele nos deu a linguagem necessária para libertar o nosso povo dessa prisão dialética que foi sordidamente construída nas últimas décadas. Uma imensidão de obras, palavras e ideias que hoje circulam no Brasil fruto da obra do professor. O vandalismo intelectual promovido pela pedagogia revolucionária, que se alastrou no país como um câncer, não destruiu apenas a mente de milhões de jovens, mas feriu de morte o ethos que representava o ser professor. Olavo tem feito o papel de resgatar a nobre imagem do professor, lembrando que educação não é a aniquilação da individualidade para pôr no lugar a programação mental de alguma ideologia coletivista, mas sim uma digníssima arte que precisa ser salva das mãos de pensadores menores. Tenho muito orgulho de ser seu aluno há quatro anos e fazer parte desse resgate da imaginação moral de nossa comunidade”._

Compartilhar