Festa do padroeiro de Salvador será celebrada nesta sexta-feira (10)

Veja programação

O padroeiro da cidade de Salvador, São Francisco Xavier, será festejado nesta sexta-feira (10). As comemorações começarão às 17h com a apresentação da Filarmônica da Polícia Militar  em frente à Catedral Basílica (Terreiro de Jesus), seguida de queima de fogos e da entrega da primeira etapa de requalificação dos sinos da Catedral, que são dos séculos 16 e 17.

Por volta das 18h vereadores de Salvador farão uma procissão com a imagem de São Francisco Xavier, saindo da sacristia e seguindo até o altar- mor. A missa solene, em seguida, será animada pelo coro Barroco na Bahia, acompanhada do órgão de Tubos da Catedral.

No calendário litúrgico católico, a festa de São Francisco Xavier é celebrada no dia 3 de dezembro. Então, por que em Salvador essa festa ocorre no dia 10 de maio? Ainda nos tempos coloniais e do Brasil império, nossa cidade foi assolada, duas vezes, pela peste: uma em 1686 pela febre amarela e a outra, pela cólera morbus, em 1855. Como São Francisco Xavier morrera de peste, os jesuítas, sem dúvida foram eles, sugeriram à população implorar a intercessão do santo.

O atendimento foi imediato. A peste cessou logo. Houve então um movimento popular que atingiu as autoridades locais (no tempo o chamado Senado da Câmara) e foi dirigido ao papa de então, um pedido para que fosse declarado São Francisco Xavier padroeiro de nossa cidade. Em bula solene, datada de 10 de maio, foi São Francisco Xavier proclamando padroeiro, quer dizer, protetor especial da capital da Bahia.

Nessa época, o povo e as autoridades, em grande regojizo, com grandes manifestações públicas, se comprometeram a celebrar, cada ano, no dia 10 de maio, esse valioso patrocínio do Santo Jesuíta, e realizar, à custa do erário da municipalidade, e sob sua égide, uma procissão e mais solenidades religiosas condizentes.

 

Compartilhar