Na minha vida, não tem importância nenhuma, diz Neto sobre Olavo de Carvalho

Durante coletiva, presidente do DEM afirmou a classe política e a imprensa perdem tempo com o escritor

O prefeito de Salvador, ACM Neto, afirmou que a guerra declarada entre militares e o escritor Olavo de Carvalho é uma perda de tempo. Ao ser questionado sobre a nova crise, na manhã desta terça-feira (7), o presidente do DEM criticou o posicionamento do filósofo.

Para Neto, a imprensa e os políticos não devem “perder energia” com o comportamento de Olavo. Isso porque, segundo ele, o escritor, que não está no Brasil, causa atraso ao país.

“Eu acho tudo isso uma coisa inacreditável. Não é hora de discutir quem manda mais. Tem que parar de dar ouvido a Olavo de Carvalho, que não mora aqui e não sofre a realidade dos brasileiros. Eu fico impressionado como a classe política e a imprensa dão importância para essas pessoas. Na minha vida, Olavo de Carvalho não faz diferença nenhuma”, afirmou o presidente do DEM.

O prefeito também voltou a falar do filho do presidente. “Tem que parar de dar ouvido a Carlos Bolsonaro também. Isso que tem que acontecer […] Eu mesmo vou parar de comentar sobre Carlos e sobre Olavo. Acho que isso atrasa mais o Brasil”, declarou.

Neto participa de um encontro com jovens empreendedores na área externa do Palácio Thomé de Souza, em Salvador.

Compartilhar