Grupo Boticário vai duplicar centro de distribuição na Bahia

Empresa pretende investir a partir do ano que vem R$ 200 milhões no projeto

O Grupo Boticário –  dono das marcas O Boticário, Eudora, Quem Disse, Berenice?, The Beauty Box, Multi B e Vult – pretende iniciar no ano que vem as obras de duplicação de seu centro de distribuição (CD), localizado  às margens da BR-101,  em São Gonçalo dos Campos. O novo CD terá um  investimento da ordem de  R$ 200 milhões e deverá gerar pelo menos 140 novos empregos diretos. “Até dezembro, serão concluídos os  estudos técnicos e de  viabilidade. A meta é inaugurar o CD em 2022”, disse Fábio Miguel, diretor de  logística do grupo.

Ocupando uma área de 25 mil m², o CD do Grupo Boticário na Bahia  foi inaugurado há exatos cinco anos. O empreendimento é responsável pela  distribuição de produtos para 17 estados brasileiros, além de outros países. Com 200 colaboradores e equipamentos de ponta,   tem  capacidadepara expedir até  1.800 caixas de produtos e separar  42 mil peças por hora.  “O projeto, desde a concepção, teve foco em distribuição com eficiência máxima, reduzindo o tempo de entrega dos produtos para rede franqueada e para revendedores”, conta Fábio  Miguel.

Já a fábrica do grupo, localizada  em Camaçari,  e que em setembro também completa cinco anos de inaugurada, passará por uma nova ampliação este ano. Serão duas novas linhas de produtos de cuidados pessoais (cremes, loções e shampoos). “O Grupo Boticário está dobrando a capacidade de fabricação de produtos de cuidados pessoais no estado e aumentando em 50% a capacidade de envase desses produtos”, diz  o gerente industrial do grupo, Leandro Balena.

Com 650 empregados, a unidade de Camaçari tem capacidade para produzir até 150 milhões de itens por ano e foi projetada para 12 linhas de perfumarias,  nove de cuidados pessoais e outras três de montagem de estojos.

Leandro Balena destacou ainda os investimentos do Grupo Boticário  nas áreas social e ambiental. A Fundação Grupo Boticário, por exemplo,  apoiou  108 projetos de proteção e conservação da natureza, num investimento de R$ 6 milhões.  Já o Instituto Boticário  patrocinou  26 iniciativas culturais, esportivas e sociais, que impactaram 195 mil pessoas. Os investimentos somaram R$ 2,8 milhões.

Balena destacou nesta área a construção de um módulo vocacional tecnológico, no Ifba de Camaçari. “É um espaço que oferece cursos gratuitos  para cabelereira, esteticista, manicure, pedicure, dentre outras. Mais de 700 mulheres já foram capacitadas”, afirmou o executivo.

No ano passado, o Grupo Boticário atingiu uma receita de R$ 13,2 bilhões – 7% a mais em relação ao exercício de 2017. Os investimentos somaram R$ 300 milhões. Foram 335 milhões de itens produzidos nas fábricas de Camaçari e São José dos Pinhais (PR).  Para completar, foram lançados 1.500 novos produtos, numa média de quatro a cada dia.

Compartilhar