Voos da Avianca estão garantidos em Salvador até a próxima terça-feira (23)

Empresa está em recuperação judicial e deve R$10 milhões ao aeroporto de Salvador

Se você comprou alguma passagem da Avianca – companhia aérea que está em recuperação judicial – para sair de Salvador seu voo está garantido.

O Salvador Bahia Airport informou que a companhia aérea antecipou o pagamento das taxas relativas aos voos dos próximos dias, até a terça-feira (23). Portanto, o uso da infraestrutura aeroportuária nestas datas já está autorizado pela administração do aeródromo.

A companhia aérea foi notificada da mudança de seu status no que se refere à política tarifária e a decisão também já foi informada à ANAC – Agência Nacional da Aviação Civil, com quem o Salvador Bahia Airport tem mantido contato permanente, a fim de reportar suas decisões.

A Salvador Bahia Airport destacou, contudo, que é recomendável que os passageiros sempre verifiquem com a companhia aérea o status dos seus voos antes de se dirigir ao Terminal de Passageiros. O contato pode ser feito pelos telefones 4040-4040 (capitais), 0300-789-8160 (demais regiões) e 0800-286-6543 (SAC).

A Vinci, concessionária que administra o aeroporto, tem exigido que a companhia aérea realize o pagamento antecipado das taxas para autorizar as decolagens das aeronaves. A Avianca tem uma dívida de aproximadamente R$ 10 milhões em taxas atrasadas.

Em recuperação judicial desde dezembro do ano passado, a Avianca afirma “que está realizando os pagamentos para garantir suas atividades nos aeroportos onde opera”. Caso os valores por decolagem não sejam pagos, os voos da Avianca não estariam liberados.

Pode ser atingido pelo cancelamento? 

Decolagem de Salvador: O passageiro pode requerer assistência material pelo deslocamento de sua residência para o aeroporto ou, em casos em mais graves, até exigir que a empresa pague um hotel em padrão compatível com a passagem. Ou seja, se ele comprou uma passagem na primeira classe, a hospedagem deve ser compatível.

Conexão: O passageiro deve se dirigir ao balcão da Avianca e pedir a ela as informações para a minimização dos efeitos do atraso ou cancelamento. A partir de 2 horas de atraso, ele direito a ligação providenciada pela empresa para informar a familiares ou no trabalho; a partir de 4 horas, recebe voucher de alimentação com preço compatível ao aeroporto; a partir de 6 horas, tem direito a transfer para deslocamento entre o aeroporto e a hospedagem, além de diária em hotel.

Registro: É preciso registrar o contato e guardar protocolos para demonstrar que houve tentativa de solucionar o problema por parte do passageiro.

Compartilhar