Dançarino da FitDance morre vítima de leptospirose em Salvador

Coreógrafo estava internado no Instituto Couto Maia

O dançarino Cleidson Salustiano Francisco dos Santos, 37 anos, morreu, na madrugada desta quarta-feira (17), vítima de complicações da leptospirose e de uma insuficiência hepática aguda. Conhecido como Barata, Cleidson fazia parte do Centro de Estudos Fitdance, segmento da FitDance responsável pela confecção de coreografias.

A morte ocorreu pouco mais de duas semanas após o diagnóstico, quando foi internado na Unidade de Pronto Atendimento de Brotas. Ele havia sido transferido para o Instituto Couto Maia, em Águas Claras, onde faleceu por volta de 1h. Ele estava internado lá desde o dia 10 de abril. A Secretaria de Saúde do Estado da Bahia (Sesab), responsável pelo hospital, afirmou que não comenta morte de pacientes.

O corpo do dançarino será enterrado nesta quinta-feira (18), às 10h, no Cemitério Campo Santo. Hoje, haverá um velório fechado para familiares.

 Foram 297 casos da doença somente nos meses de outono, estação em que as notificações são elevadas em até 40%. O Instituto de Saúde Coletiva da Universidade Federal da Bahia pesquisa desde 2017 a associação da doença com alagamentos, enchentes e outros fenômenos causados pela chuva.

Causada por uma bactéria chamada Leptospira, a leptospirose é uma doença infecciosa, que, em até 40% dos casos pode ser fatal. O paciente diagnosticado precisa de cuidados médicos específicos e, a depender da gravidade, de internamento hospitalar.

A leptospirose pode ser tratada por de antibióticos, hidratação e outras medidas adotadas de acordo com os sintomas. Os casos leves são acompanhados em consultório, enquanto os graves levam à internação hospitalar.

No período de chuvas, a urina contaminada mistura-se nos esgotos e ruas das cidades e até uma poça de água pode ser um foco de infecção. Qualquer pessoa que tiver contato com a água ou lama pode infectar-se, basta o contato com a pele ou a ingestão da água contaminada.

Mas, a transmissão da leptospirose pode ocorrer não apenas por contato direto ou indireto com a urina dos roedores, mas também com a de outros animais, como bois, porcos, cavalos, cabras e até cães.

Em nota, a FitDance falou sobre Barata, sua relação com o grupo e pesar pela morte. Veja a nota, na íntegra:

A comunidade FitDance lamenta, com profundo pesar, o falecimento do amigo e grande instrutor Cleidson Salustiano Francisco dos Santos, nosso Barata, 37 anos, no início da madrugada desta quarta-feira (17), no Instituto Couto Maia, em Salvador/BA. Ele lutou muito, mas não resistiu ao quadro de leptospirose. 

Amigo querido por todos, sempre com sorriso estampado no rosto e disposto a transmitir alegria e paz por meio da dança, Barata vai deixar muitas saudades. Ele era um exemplo para todos seja nas aulas, na hora de criar juntos nossas coreografias e/ou em eventos. 


A FitDance, através de todos seus sócios, dançarinos e membros está acompanhando e prestando todo o suporte à família desde que a doença foi diagnosticada. Mobilizamos a comunidade para emanar as melhores energias positivas possíveis, assim como para oferecer toda a estrutura necessária para que ele tivesse um acompanhamento médico e familiar em excelência. Mas, mesmo com o cuidado e atendimento de profissionais e hospitais especializados, como o Instituto Couto Maia (referência em tratamento de doenças do gênero), Barata não conseguiu vencer a doença, que, quando diagnosticada, já estava num estágio avançado.



Informamos, também, que estamos ao lado dos familiares em todo o processo do velório do corpo do nosso amigo, que será a partir das 16h30, no cemitério Campo Santo (Federação), na sala 07. O sepultamento será nesta quinta-feira (18), às 10h.

Prestamos, portanto, todas as nossas condolências aos familiares e amigos,

FitDance.

Compartilhar