Salvador: chuvas devem permanecer na cidade até quinta (18)

Há risco para alagamento e possíveis deslizamentos de terra, afirmou a Codesal

O guarda-chuva deve ser a principal companhia dos soteropolitanos pelo menos até quinta-feira (18). A Defesa Civil de Salvador (Codesal) informou nesta terça-feira (16) que a cidade teve ter pancadas de chuvas fracas a moderadas, podendo ocorrer a qualquer hora do dia de hoje até quinta.

“Há risco para alagamento e possíveis deslizamentos de terra”, afirmou a Codesal, em nota. De acordo com a Superintendência de Trânsito de Salvador (Transalvador), por volta das 10h foram registrados pontos de alagamento em trechos da Avenida ACM, Paralela e região do Bom Juá além da Cidade Baixa. A BR-324 também registrou trechos alagados.

Ventos úmidos provenientes do oceano Atlântico são apontados pela Codesal como o motivo das chuvas. O órgão municipal registrou 49 ocorrências nesta terça, até 11h.

Foram 15 ameaças de desabamento, 21 ameaças de deslizamento, uma ameaça de queda de árvore, uma ameaça de desabamento de muro, três alagamentos de imóvel, um alagamento de área, uma árvore caída, dois deslizamentos de terra, uma orientação técnica e um desabamento de imóvel e um desabamento de muro. Não há registro de feridos. A Codesal permanece de plantão 24 horas, atendendo às solicitações pelo telefone gratuito 199.

Ruas ficaram alagadas em Lauro de Freiras (Foto: Bruno WendeL)

A chuva forte também provocou a formação de poças na região da Estação da Lapa e deixou o trânsito congestionado no final da manhã. Quem está chegando em Salvador através da BR-324 também precisa ter paciência, por volta das 10h30 o fluxo de carros provocou congestionamento no sentido Salvador.

Fonte: Inmet

Há fortes chuvas também registradas nesta manhã em Lauro de Freitas. Moradora da Avenida Brigadeiro Mário Epinghaus, em Lauro de Freitas, Luci Carvalho diz que sempre que chove alaga. “Desde quando eu me conheço por gente que sempre acontece alagamento aqui quando chove. A vida da gente é um caos quando chove”.

Compartilhar