Aeroporto de Salvador disponibiliza nova área de embarque nesta quarta-feira (17)

A partir do dia 17 de abril, a rotina do passageiro que viaja pelo Salvador Bahia Airport vai mudar. O embarque doméstico, que atualmente opera no primeiro pavimento, passará a ser feito no segundo pavimento (acima da Praça de Alimentação), em uma nova estrutura, mais ampla e funcional.

Após passar pela revista pré-embarque, onde ficam os detectores de metais e raio-x de bagagem de mão, os passageiros descerão pela área restrita para acessar os portões de embarque, passando pela futura área comercial do Aeroporto, com um total de dois mil metros quadrados de opções de varejo e alimentação, a serem inauguradas ao longo do ano.

As escadas rolantes e elevadores estão localizados numa loja Duty Paid, com 780m², que está em fase final de reforma e abrigará marcas internacionais e nacionais, bem como produtos regionais. O modelo é do tipo “walk through”, assim como em outros grandes aeroportos pelo mundo.

 

Até junho, a nova área de pré-embarque contará com nove canais de inspeção, três a mais que o número atual, além de portão automatizado de leitura de cartão de embarque. “Outras melhorias estão em andamento, como ambientação e revestimento de pilastras, o que tornará a experiência do passageiro ainda mais agradável”, revela Gil Guimarães, Gerente de Engenharia do Salvador Bahia Airport.

Até o final do mês de outubro, o fluxo de embarque unificará voos domésticos e internacionais. Os passageiros passarão pelos mesmos canais de inspeção e seguirão até os seus respectivos portões de embarque, que podem ser no píer de aeronaves já existente ou no novo píer, em fase final de construção.

Circulação vertical

Para melhor atender o fluxo de passageiros até o novo embarque, foram realizados ajustes na infraestrutura existente. A circulação entre os andares mudou na área pública do Terminal de Passageiros. Dois elevadores fazem agora exclusivamente o deslocamento entre o primeiro e o segundo pavimento, acelerando a velocidade das viagens.

A mudança trará mais agilidade às viagens. Mais velozes, os elevadores possuem capacidade para até 26 pessoas, recursos para a economia de energia e a sustentabilidade, além de iluminação LED com sensores automáticos de funcionamento. Até o fim da primeira etapa das obras, serão 11 elevadores e nove escadas rolantes do novo modelo.

Compartilhar