Wagner nega ter descartado candidatura de Coronel à presidência do Senado

Mais cedo, ele defendeu que "não se senta naquela cadeira sem experiência" e elogiou nomes de Renan Calheiros (MDB) e Tasso Jereissati (PSDB)

O ex-governador e senador eleito Jaques Wagner (PT) esclareceu, em entrevista ao bahia.ba, nesta terça-feira (8), a declaração dada durante entrevista à Rádio Metrópole mais cedo.

Ele negou que tenha descartado a candidatura à Presidência do Senado do colega Angelo Coronel (PSD), estreante na Casa, ao defender que “não se senta naquela cadeira sem experiência” e elogiar os nomes de Renan Calheiros (MDB) e Tasso Jereissati (PSDB).

“Eu disse que o candidato é Coronel. Se for para abrir mão dos outros candidatos mais experientes, são os outros dois (Renan e Tasso) que eu falei. Aí vocês (imprensa) saem botando que descarta…”, afirmou, durante o evento de eleição da presidência da União dos Municípios da Bahia (UPB).

Compartilhar