Agência dá novo bilhete e africano embarca para Guiana

Depois de algumas horas retido em uma alfândega, teve final feliz o drama de Emmanuel Akomanyi,  29 anos, o professor ganense que viajou por engano a Goiânia. Ele desembarcou ontem em Georgetown, na Guiana.

Foto: Reprodução/ TV Globo
Foto: Reprodução/ TV Globo

Emmanuel corria o risco de perder uma bolsa de estudos que conseguiu na Universidade de Georgetown se não chegasse a tempo para a matrícula, na próxima semana. O ganense chegou por engano em Goiânia no dia 14 deste mês.

A agência que vendeu a passagem errada, que fica  no Aeroporto de Guarulhos, assumiu a falha. De família pobre, Akomany  é órfão e deixou quatro irmãos mais novos em Gana. Ele é o único a fazer curso superior.

Compartilhar