Após ACM Neto criticar atuação do Bahia, presidente do time manda indireta

Bate-rebate

O prefeito de Salvador, ACM Neto, usou o Twitter para criticar a atuação do Bahia no empate em 3×3 contra o CRB, pela Copa do Nordeste, na quarta de Carnaval. “Ou o Bahia melhora muito, ou nós, torcedores, vamos sofrer o ano todo”, escreveu o prefeito em sua conta.

artnetoecb

Sem papas na língua, o presidente tricolor Marcelo Sant’Ana revidou e mandou uma indireta pela mesma rede social. “Bom ver a Prefeitura preocupada com o Bahia e nossa necessidade de melhora. Espero que agora o assunto Transcon/Sede de Praia seja resolvido”, respondeu.

A espera do Bahia pela verba referente à desapropriação da sede localizada na Boca do Rio, hoje uma praça, se arrasta desde a gestão de Marcelo Guimarães Filho no clube e de João Henrique na prefeitura.

‘Supera os R$ 3 milhões’

Pelo visto, o próprio Bahia achou o valor da venda do lateral-esquerdo Pará abaixo da expectativa. O clube anunciou em seu site oficial que a negociação “supera os R$ 3 milhões”. Assim mesmo, com imprecisão.

Omitiu do torcedor que Pará foi vendido por R$ 1,4 milhão – por 50% dos direitos econômicos, ficando o Bahia ainda com 30%. O clube  declara a negociação superior a R$ 3 milhões porque somou ao valor de Pará os 10 salários que o volante Souza receberá até o fim do empréstimo, em novembro, que equivalem a R$ 1,7 milhão e serão pagos pelo Cruzeiro. É aquela história: o Bahia não mentiu, mas deu uma maquiada legal.

Mimo para revigorar

O Vitória tem se esforçado para se aproximar dos sócios-torcedores. Na viagem que o time fez a Aracaju, para jogar contra o Confiança, o departamento de marketing rubro-negro levou torcedores para conhecer os atletas no hotel onde a equipe se hospedou.

Contra o Serrano, no Barradão, 30 sócios viram o jogo do camarote, junto com Jorge Wagner, Elton, Rhayner e Wilson. Quarta, contra o América, outros três assistiram à vitória de 2×1 sentados ao lado do banco de reservas.

Revigorar o Sou Mais Vitória é uma das metas da diretoria neste ano, após ver o rival Bahia subir de 600 para 24 mil sócios em menos de dois anos. O Leão, que já teve 7 mil sócios, está agora na casa dos 5 mil.

De R$ 10 em R$ 10…

Apesar do esforço para se aproximar do torcedor, quem vai ao Barradão de carro reclama do preço de R$ 10 do estacionamento. Não parece caro, mas representa parcela significativa do que é gasto com o ingresso. Em 2014, o Vitória fez 32 partidas como mandante.

Se todas elas tivessem sido no Barradão (o que não aconteceu porque o estádio passou por reforma), a conta do estacionamento para ir a todos os jogos sairia a R$ 320, dois terços do valor do plano Sou Mais Vitória prata, que custa R$ 480.  E como já é sabido, ir de ônibus para as partidas noturnas é ainda mais sofrido.

Imagina se gostasse…

O volante Bruno Paulista deu uma declaração bem contraditória na véspera do Carnaval. Questionado se iria para a folia, o garoto de 19 anos negou: “Não gosto muito do Carnaval. Minha família vem para Salvador e quero aproveitar esses dias com eles”, disse. Cinco dias depois, quando recebeu folga, Bruno publicou uma foto com a namorada e a irmã com a legenda “#Partimos. Curtir carnaval”. O jogador esteve no bloco da cantora Claudia Leitte, de quem é fã.

Passe curto

*No jogo contra o Colo-Colo, sábado, torcedores do Vitória levaram ao Barradão uma faixa onde se lia “Diretas-Já”. A batalha está no início. Por enquanto, o Conselho criou comissão para analisar mudanças no estatuto.  Na comissão estão velhas lideranças do clube, como José Rocha e Silvoney Sales. Ou seja…

Compartilhar