Com nota fiscal de enterro, moradora da Liberdade ganha R$ 40 mil em sorteio

Ela foi a 2ª colocada do Nota Salvador deste mês, que teve prêmios de até R$ 50 mil

Um momento de tristeza, que custou a Luciane Neves Lima, 32 anos, R$ 2.200, rendeu também um prêmio inesperado e que mistura sentimentos. Ela foi a segunda sorteada no programa Nota Fiscal Salvador (NFS) neste mês de dezembro e vai receber R$ 40 mil. O mais inusitado é que a nota fiscal contemplada foi, justamente, a do enterro do tio da publicitária.

O parente de Luciane passou muitos meses internado em Salvador e morreu em 28 de setembro de 2018. Como ele não tinha mulher e filhos, quem tomou conta de todos os detalhes da despedida, dos custos com a funerária até os gastos com o cemitério, foi a sobrinha.

“Meu tio era funcionário do estado e eu precisei registrar meu CPF em todos os custos do sepultamento, porque os valores serão reembolsados depois”, disse.

No entanto, ela não esperava que o sentimento de tristeza passasse a dividir espaço, nesta quinta-feira (6), com o alívio de poder planejar a compra da casa própria. Porque é exatamente esta a finalidade da bolada.

“Na mesma hora que me deram a notícia (do sorteio), eu já sabia onde iria usar o dinheiro”, contou Luciane.

Moradora do bairro da Liberdade, ela já tinha planos de, até março de 2019, dar entrada em um imóvel. “Eu vou poder antecipar esse sonho de sair do aluguel. Isso vai me ajudar muito a organizar a minha vida, a poupar mais dinheiro e a planejar meu futuro”, declarou.

O programa
O programa Nota Salvador chegou a dezembro de 2018 com prêmios maiores e novidades que agradaram os consumidores. De acordo com a Prefeitura, o primeiro colocado ganhou R$ 50 mil e o terceiro levou para casa R$ 30 mil.

Outra característica da ação, que comemora 5 anos, é a devolução ao comprador de 30% do Imposto Sobre Serviços de Qualquer Natureza (ISS). Ou seja, parte do valor pago pelo serviço volta ao bolso do consumidor.

O programa também tem novos prêmios em dinheiro: são dois de R$ 20 mil, três de R$ 10 mil, quatro de R$ 5 mil e cinco prêmio de R$ 1 mil, todos com validade a partir de dezembro.

O prefeito ACM Neto explicou que o NFS “foi criado para estimular o cidadão, de todas as idades e classes sociais, a exercer a cidadania fiscal de forma simples: pedindo a nota, com o número do CPF”.

Por isso que participar é tão simples: basta pedir para cadastrar o CPF nas notas fiscais dos serviços contratados.

Cadastro versus sorteio
No entanto, se, além do programa, que rende ao consumidor a devolução de 30% do ISS dos gastos com empresas de prestação de serviços, a pessoa quiser participar dos sorteios, como fez Luciane Neves Lima, é preciso fazer cadastro no site Nota Salvador.

“Há um ano que eu me cadastrei e jamais esperava ganhar, ainda mais com uma nota de enterro”, disse a publicitária.

A regra também não tem nenhum mistério: cada nota emitida, com o CPF do comprador, dá direito a um bilhete para concorrer aos prêmios; e a cada R$ 20 em notas, a pessoa ganha bilhete extra.

Os valores recebidos com os sorteios do programa Nota Salvador também podem ser utilizados para pagamento do até 100% do Imposto sobre Propriedade Territorial Urbana (IPTU) de qualquer imóvel da cidade, depositado em conta-corrente ou poupança do titular da nota, para créditos em até cinco cartões do Salvador Card ou convertido em bônus em dobro para celulares pré-pagos da OI ou Vivo.

Ou seja, cada pessoa usa o montante recebido da forma que for mais conveniente. A certeza é uma só: a felicidade ao receber o prêmio.

Outra facilidade do programa é a quantidade de estabelecimentos que emitem notas válidas para os sorteios. São participantes: academias, estacionamentos, escolas, creches e/ou faculdades particulares, lavanderias, serviços advocatícios, contábeis, construtoras, consertos de eletrodomésticos, salões de beleza, hospedagens em geral, funerária, entre outros. As notas emitidas por prestadores de serviços que são isentos ou imunes de ISS também podem concorrer.

No primeiro sorteio de prêmios, realizado em janeiro de 2014, concorreram 35.872 mil bilhetes. Já o de setembro de 2018 foi realizado com cerca de 4,3 milhões de bilhetes, o que equivale a uma variação positiva de 11.887% ao longo dos cinco anos.

Ajuda
E não é só a população que se beneficia com o programa e a chance de concorrer aos prêmios. A administração pública também sai ganhando, porque, ao solicitar a nota, há aumento na arrecadação. “Como sempre, cumprimos nosso compromisso: já pagamos cerca de R$ 47,5 milhões para a população e, agora, após cinco anos, achamos justo aumentar os valores dos prêmios para presentear e, principalmente, para agradecer a todos que ajudaram a fazer disso um hábito que já faz parte da cultura da nossa cidade”, afirmou Neto.

Do total pago à população até setembro deste ano, R$ 9,74 milhões foram referentes aos sorteios e R$ 38 milhões à devolução de parte do ISS pago. Todos os créditos e prêmios do Nota Salvador têm validade de 15 meses. Depois desse período, caso o consumidor não resgate os valores, o montante retorna ao tesouro municipal.

Para o secretário da Fazenda, Paulo Souto, “embora o sorteio de prêmios seja a parte que mais atrai os holofotes, é o retorno de créditos que fideliza a população porque, independente de sorte, ela sabe que receberá parte do dinheiro de volta”.

Além de Luciane, que ganhou R$ 40 mil, foram sorteados também: Márcia Cristina Alves de Souza (R$ 50 mil – nota fiscal da faculdade), Gabriela Costa de Almeida (R$ 20 mil – faculdade), Vânia Priamo (R$ 10 mil – clínica), José Carlos Cohim Gomes (R$ 20 mil – academia), Sara Silva Rocha (R$ 10 mil – colégio), Raimundo de Andrade Guimarães (R$ 10 mil – plano de saúde) e Juliana Pedreira Santos (R$ 10 mil – colégio).

Compartilhar