Liminar determina liberação da obra do BRT em Salvador

Com isso, está anulada a decisão do Inema de tentar impedir a continuidade das obras

O juiz Pedro Rogério Castro Godinho, da 8ª Vara da Fazenda Pública da Justiça Estadual, concedeu na tarde desta quarta-feira (5) liminar determinando que o Inema libere ao Consórcio BRT a autorização para o manejo da fauna referente às obras de implantação do novo modal, bem como a outorga para as intervenções nos canais de recursos hídricos.

De acordo com a decisão, o Inema tem um prazo de cinco dias para cumprir a liminar, sob pena de multa diária no valor de R$7 mil. Com isso, está anulada a decisão do Inema que impedir a continuidade das obras do BRT.

Compartilhar