Alexandre Aleluia critica proposta da Sesab de ‘estadualizar’ Mais Médicos: ‘Querem um bunker para o PT’

O vereador Alexandre Aleluia (DEM) utilizou as redes sociais, na noite desta sexta-feira (30), para criticar a “estadualização” do programa Mais Médicos proposta pela Secretaria de Saúde da Bahia (Sesab).

Na última semana, o secretário da pasta, Fábio Vilas-Boas, em uma reunião do Conselho Nacional de Secretários de Saúde (CONASS), sugeriu que o governo federal deixe de gerir o Mais Médicos e os estados fiquem responsáveis pela operacionalização.

Em sua página no Facebook, Alexandre Aleluia repudiou a proposta da Sesab e afirmou, ainda, que o atual governo baiano quer “transformar a Bahia em um bunker para guardar aqui o que sobrou do PT”.

“A saúde do baiano nunca foi projeto do Partido dos Trabalhadores. E, ao propor que os interesses políticos e ideológicos deles fiquem acima de todos nós, deixa tudo muito claro que querem transformar a Bahia em um bunker para guardar aqui o que sobrou do PT”, escreveu Alexandre.

Em novembro, o governo de Cuba deixou de fazer parte do programa Mais Médicos por discordar de exigências feitas pelo presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL), como o pagamento do salário integral aos profissionais cubanos e a liberdade para os médicos trazerem suas famílias.

Compartilhar