Neto acusa Rui de ser autoritário e maquiar contas públicas

Em entrevista coletiva, Neto acusou Rui de ser “autoritário” e maquiar situação fiscal do Estado.

Mais uma polêmica envolvendo o prefeito de Salvador, ACM Neto e o governador da Bahia, Rui Costa, tem início nesta sexta-feira (30). Em entrevista coletiva, Neto acusou Rui de ser “autoritário” e maquiar situação fiscal do Estado.

“Nós da oposição apontávamos esses problemas. Agora ele diz que situação é dificílima. Não disse na campanha que iria fazer uma reforma da previdência aqui, aumentando a alíquota de contribuição do servidor. Estou chamando atenção para a contradição. Eu vi os seus discursos e do seu grupo ao longo da campanha, nas ruas da Bahia, criticando os deputados que haviam defendido a reforma da previdência em Brasília. Agora ele rasga o que disse na campanha e assume essa posição. Vejo o Rui Costa 2018 muito parecido com a Dilma de 2014”, disse o prefeito.

O chefe do executivo municipal falou sobre o que considera autoritarismo, da parte do governador, na corrida eleitoral para chefiar a Assembleia Legislativa da Bahia (AL-BA) “Pior coisa na vida é achar que ele está acima do bem e do mal, que pode fazer tudo. A oposição é fundamental para democracia. A eleição da Assembleia segue seu próprio ritmo. Espero que tenha desfecho positivo”, afirmou o prefeito, que preferiu não revelar seu candidato preferido.

Compartilhar