Imbassahy defende candidatura do PSDB em 2020

O parlamentar não conseguiu a reeleição no pleito de 2018, mas nega que o apoio a Temer tenha influenciado no resultado das urnas

O ex-ministro-chefe da Secretaria de Governo do presidente Michel Temer (MDB), Antônio Imbassahy (PSDB), defende que os tucanos apoiem uma agenda em comum com o presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL).

Em entrevista à Tribuna, o baiano avaliou a vitória do novo comandante do Palácio do Planalto. “Eu entendo que o novo presidente reúne as condições para avançar com as necessárias reformas e também para recuperar a economia no Brasil. Então, acho que foi uma decisão absolutamente legítima e muito bem fundamentada”. O parlamentar não conseguiu a reeleição no pleito de 2018, mas nega que o apoio a Temer tenha influenciado no resultado das urnas. “Na democracia você tem que respeitar a decisão da maioria dos eleitores. Eu sou muito grato aos baianos pelas inúmeras oportunidades que tive para servir ao meu Estado e ao Brasil.

Sou muito grato e acredito que esse processo que aconteceu é absolutamente natural dentro do regime democrático”, diz. Ainda na entrevista, Imbassahy fez uma avaliação do cenário político local e nacional e revelou o que pensa sobre o futuro do PSDB sob a era Bolsonaro.

Compartilhar