Professor da UFRB é preso suspeito de jogar carro contra comerciantes

Grupo teria sido atacado por vender camisas de Bolsonaro

Um professor de Ciências Sociais do Centro de Artes, Humanidades e Letras da Universidade Federal do Recôncavo da Bahia (UFRB), identificado como Nelson Eugênio Pinheiro Montenegro, foi conduzido à 12ª Delegacia (Itapuã), suspeito de atirar o carro contra um grupo de comerciantes que vendia camisas com propaganda do presidenciável Jair Bolsonaro (PSL), no bairro de Stella Maris, em Salvador.

O caso aconteceu no início da noite desta sexta-feira (5). Em contato, o titular da 12ª afirmou, no entanto, que a ocorrência não foi registrada na unidade, porque havia um outra caso de flagrante em curso.

“Por causa do horário, conduzimos o suspeito para a Central de Flagrantes, onde ele e testemunhas devem ser ouvidos pela delegada plantonista”, explicou, acrescentando que não poderia falar oficialmente sobre o assunto, já que não pegou os detalhes.

Na Central de Flagrantes, a plantonista afirmou que ainda estava ouvindo pessoas e que não daria declarações à imprensa. No local, policiais militares que conduziram o professor também não quiseram comentar o assunto.

Compartilhar