PT na Bahia: Candidatos a deputado enfrentam rejeição

Carretas e caminhadas, estão mais vazias e necessitam de maior pressão das lideranças partidárias nos municípios.

Candidatos do PT, em campanha para deputado estadual e federal na Bahia, enfrentam dificuldades para movimentar suas ações no interior do estado. Segundo informações dos bastidores da política baiana, os postulantes petistas aos cargos do legislativo estadual e federal, sofrem as denúncias envolvendo o Partido dos Trabalhadores. Carretas e caminhadas estão mais vazias e necessitam de maior pressão das lideranças partidárias nos municípios.

Segundo o líder comunitário da região de Vitória da Conquista, a dificuldade é maior esse ano, “O PT tá com o filme queimado, atualmente tá difícil fazer campanha com deputados petistas. O Lula tá preso, o Haddad não anima”, explicou.

Conforme analistas políticos, a delação do ex-ministro Palocci divulgada pelo Juiz Sérgio Moro, piorou a situação do presidenciável Fernando Haddad, que ficou estagnado nas últimas pesquisas IBOPE e DATAFOLHA.

Rui Costa 

Por andar com mais independência, o atual governador e candidato à reeleição, Rui Costa (PT), não vive o mesmo problema. Rui tem boa aceitação até mesmo com eleitores do candidato Jair Bolsonaro (PSL). Em 2017, Rui recebeu críticas do próprio partido por suas posições mais “frias” em relação aos acontecimentos nacionais que colocavam o PT no olho do furação.

Compartilhar