Câmara de Salvador aprova reajuste salarial de 1,25% para servidores municipais

Após decisão, projeto de lei seguirá para a prefeitura, onde deverá ser sancionado. Não há previsão de quando reajuste estará em vigência.

A Câmara de Vereadores de Salvador aprovou nesta quarta-feira (12) o projeto de lei que concede reajuste salarial de 1,25% aos servidores municipais. A informação foi divulgada pela Casa.

Os servidores municipais estavam em campanha salarial desde março. A categoria chegou a ficar sete dias em greve, em agosto, mas retomou as atividades após determinação da Justiça. Os servidores pediam reajuste de 6,8%, mas o valor foi negado.

A decisão da Câmara foi tomada em sessão realizada durante a tarde desta quarta. No total, 36 dos 43 vereadores da capital baiana estavam presentes. O grupo votou a favor do reajuste, que foi aprovado por unanimidade.

O projeto, de número 2/2018, seguirá para a Prefeitura de Salvador nos próximos dias. Em seguida, o reajuste deverá ser sancionado pelo prefeito ACM Neto.

Em nota, o coordenador geral do Sindicato dos Servidores da Prefeitura de Salvador (Sindseps), Marcelo Rocha, informou que o percentual não era o desejado pela categoria, mas refletiu o empenho dos trabalhadores em não aceitar o reajuste zero proposto pelo prefeito.

Sessão

Além do reajuste salarial dos servidores, a Câmara também aprovou nesta quarta-feira o PL nº 220/18, que prevê um empréstimo de R$35 milhões para a prefeitura, junto à Caixa Econômica Federal.

De acordo com a Casa, o valor é para aplicação exclusivamente no Programa Nacional de Apoio à Gestão Administrativa e Fiscal dos Municípios Brasileiros (PNAFM III).

Esta foi a última sessão ordinária da Câmara em setembro. Os encontros só devem voltar a partir do dia 8 de outubro, após as eleições. A informação foi divulgada pelo presidente da Casa, Léo Prates.

De acordo com o vereador, apesas das sessões ordinárias estarem suspensas, a Câmara segue com audiências públicas, sessões especiais e reuniões de comissão.

Compartilhar