Após polêmicas, trio de Igor Kannário é confirmado no Carnaval de Salvador

A decisão surgiu após o prefeito ACM Neto revelar que recebeu “milhares de pedidos” de fãs do pagodeiro; ele se apresenta no Campo Grande

 Após polêmicas, trio de Igor Kannário é confirmado no Carnaval de Salvador

Após polêmicas, trio de Igor Kannário é confirmado no Carnaval de Salvador

Após diversas polêmicas, a participação do pagodeiro Igor Kannário foi confirmada no Carnaval nesta terça-feira (10). O site oficial da Prefeitura de Salvador incluiu o “Trio Pipoca do Igor” na programação oficial do evento. Nela, está previsto que o desfile do pagodeiro aconteça no domingo (15) às 18h30.

Já durante uma coletiva nesta terça-feira (10), o prefeito ACM Neto anunciou que o bloco de Igor iria desfilar na segunda-feira (16), às 13h, também no Campo Grande. A decisão surgiu após oprefeito ACM Neto escrever nas redes sociais que recebeu “milhares de pedidos” de fãs para que o pagodeiro cantasse na folia baiana.

Na ocasião, ele disse que leu todos os pedidos “com atenção” e pediu que a Saltur viabilizasse a participação do cantor no Carnaval. Leia abaixo a postagem divulgada nas redes sociais do prefeito:

“Amigos, nos últimos dias, recebi, aqui no Instagram, milhares de pedidos para Igor Kannário cantar no Carnaval. Li tudo com atenção. Solicitei para Saltur viabilizar a participação do cantor na festa. Aguardem novidades…”. Não havia confirmação da participação de Igor no Carnaval até esta quinta-feira, embora o cantor tivesse recebido alguns convites. Ele não estava incluído na lista de artistas a sair nos blocos.

Um texto que faz sucesso em redes sociais questiona por que Kannário não é bem vindo na festa baiana. Assinado pela publicitária Luciana Reis, o texto argumenta que Kannário é uma figura perseguida e que o argumento de que ele traz violência não é valido para veta-lo na festa.

“Segundo matérias e depoimentos que venho acompanhando, as ‘autoridades’ do carnaval dizem que Igor não pode sair no carnaval por que quem o segue traz violência. Como assim? Bell Marques até meados de 2010 era um artista que estimulava a briga em seu trio e desrespeitava qualquer processo histórico de blocos mais antigos. Sei por que acompanho Chiclete e já cansei de ver Bell estimulando as brigas.  Um segundo argumento, é que Igor não pode sair no carnaval porque arrasta drogado. Como assim? Alguém já foi no carro de apoio do Chiclete ou do Cerveja e Cia?”, diz o texto.

“Eu não sou traficante. Sou um degustador da erva medicinal”, disse Igor Kannário em entrevista
A postagem do prefeito dividiu opiniões. “O vocalista da Timbalada quase ficou apavorado por tantas violências em um bloco que eles tocaram aqui em Maceió. Então ele deve ser banido do Carnaval por isso??? Tenho certeza que não! Briga quem quer, não é a letra de uma música que vai me fazer brigar. Deixem de ser tão ignorantes!”, postou um internauta.

Outro, criticou a decisão. “Não acredito que o senhor vai permitir uma coisa dessas. Não pode dar ousadia pra esse povo não! Um absurdo”. “Por mim, não toca! O caminho da música é limpo… e ele escolheu outro. Não!”, escreveu outro folião.

Kannário é um cantor envolvido em polêmicas. Já foi detido seis vezes dirigindo sem habilitação ejá foi preso duas vezes com drogas, chegando a ser indiciado pela Polícia Civil por tráfico de drogas.

Compartilhar