Incêndio de grandes proporções atinge serraria na Baixa dos Sapateiros

Cerca de 30 famílias tiveram que deixar casas por conta do fogo

Um incêndio de grandes proporções atinge na noite desta segunda-feira (3) uma serraria na Baixa dos Sapateiros, no Centro Histórico. Equipes dos bombeiros estão no local tentando controlar as chamas, que começaram por volta das 22h. Até as 23h30, equipes do Corpo de Bombeiros continuavam tentando controlar o fogo.

O fogaréu de grandes proporções, segundo os bombeiros, atingiu os dois andares da Serraria Carvalho, na Avenida J. J. Seabra, principal da Baixa dos Sapateiros. Conforme moradores, o comércio funcionava há mais de 50 anos e o dono, conhecido como Carvalho, morava no local e não teve tempo de sair.

De acordo com o autônomo Carlos Dantas, 29 anos, pelo menos 30 famílias saíram de casa por medo do fogo. “Seu Carvalho não teve tempo de sair. Ouviram ele gritando e batendo na porta. Eu saí com minha família, estamos apavorados, nunca vi nada assim de perto”, afirmou ele, segurando a filha de três anos no colo.

Nascido e criado no local, Carlos disse que ouviu os primeiros estalos do fogo por volta de 21h30. “Mas só depois tivemos noção do que estava acontecendo. E como as casas são antigas, o risco que o fogo passe é enorme”, afirma.

No local, o cenário era de desolação. Dezenas de pessoas se aglomeraram por toda extensão da rua. Alguns, bastante abalados, não quiseram falar. Outros, apenas tentavam presumir o dia de amanhã.

“O que mais me dói é imaginar como vou dormir essa noite, e onde vou dormir. É um sentimento enorme de tristeza pra gente”, comentou a dona de casa Lourdes Santos, 57.

A moradora, que é vizinha da serraria, disse que conhece o dono, Carvalho, há muito tempo. “Conheço há uns 30 anos. Se ele tivesse vivo, já teria aparecido por aqui, porque ele morava lá”, acredita. De acordo com Lourdes, o fogo começou perto das 22h. “Eu não sei exatamente, porque a gente logo se assustou. Os bombeiros chegaram por volta de 22h30, acredito”.

Dona de uma loja na mesma rua, a comerciante Elizeth Paixão, 50, estava aos prantos. Ela foi avisada por colegas lojistas sobre o incêndio e correu pro local. “Deus ajude que não aconteça coisa pior, que Deus nos ajude”, repetia, em tom de desespero.

Bombeiros trabalham para conter fogo (Foto: Betto Jr)

De acordo com o subcomandante do 18° Batalhão da PM (Centro Histórico), a polícia recebeu o chamado por volta de 22h. “Temos a informação de que há uma pessoa dentro, mas não podemos confirmar sem que o fogo esteja completamente contigo. É um incêndio de grandes proporções e os bombeiros estão agindo”.

As chamas altas e fumaça forte são vistas de outros bairros.De acordo com a Secretaria da Segurança Pública da Bahia (SSP/BA), cerca de 40 militares estão no local. Cinco caminhões auto bomba tanque e quatro carros-pipa estão sendo empregados no combate às chamas.  Equipes do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) também estão no local do incêndio. As causas do fogo são ignoradas por enquanto.

Veja vídeos:

Compartilhar