Polícia prende em SP líder de facção baiana em operação com 17 presos e 3 mortos

O alvo principal, mais conhecido pelo apelido de 'Dinda', foi preso na cidade paulista de Ibiúna

Dezessete pessoas foram presas e outras três morreram nesta quarta-feira (29) em confronto com a policia em megaoperação que aconteceu na Bahia e em São Paulo. O grupo é suspeito de integrar uma quadrilha de tráfico de drogas que tem atuação no Oeste da Bahia. De acordo com a Secretaria da Segurança Pública da Bahia (SSP-BA) o alvo principal, mais conhecido pelo apelido de ‘Dinda’, foi preso na cidade paulista de Ibiúna.

“A facção liderada por ele é responsável por tráfico de drogas, homicídios, roubos a banco, entre outro crimes, no Oeste baiano”, disse a SSP-BA, em nota.

Equipes do Departamento de Polícia do Interior (Depin), Coordenação de Operações Especiais (COE), Grupamento Aéreo (Graer) e Polícia Rodoviária Federal participam da operação que cumpre mandados de prisões e de busca e apreensão desde a madrugada desta quarta-feira (29).

Foto: Alberto Maraux/SSP-BA

Além de Dinda, segundo a SSP-BA, outros 16 suspeitos foram presos, todos com mandados em aberto e três morreram em confronto. As ações estão sendo realizadas, nas cidades de Barreiras, Santa Maria da Vitória, São Félix do Coribe e Irecê.

“Veículos, armas, dinheiro, comprovantes de depósitos, entre outros itens apreendidos estão sendo catalogados. As guarnições continuam realizado diligências, em toda a região em busca de outros integrantes. Participam também da megaoperação equipes da 11 Coorpin (Barreiras), Rondesp Oeste, Cipe Cerrado, entre outras unidades territoriais”, explicou a SSP-BA que divulgará no final do dia mais detalhes da operação.

Compartilhar