Polícia pede prisão de três suspeitos de matar cantor sertanejo e músico na Bahia

Yago seria o alvo dos tiros, que acabaram atingindo também o músico que estava com ele na festa

A Justiça decretou nesta segunda-feira (27) a prisão preventiva de três homens suspeitos de matar o cantor sertanejo Yago dos Santos Silva e o músico Antônio Carlos Marçal Moreira. O crime aconteceu no domingo (26) na cidade de Cotegipe, oeste da Bahia. As identidades dos suspeitos não foram divulgadas pela polícia.

O cantor, que integrava a dupla sertaneja Thiago e Yago, e o músico, segundo as informações preliminares da polícia civil foram mortos após uma discussão que teria sido motivada por ciúme.

Yago seria o alvo dos tiros, que acabaram atingindo também o músico que estava com ele na festa.

Em nota, a Polícia MIlitar informou que equipes da 84ª Companhia Independente da Polícia Militar estava realizando rondas nas proximidades da Secretaria de Educação da cidade e, ao ouvir disparos de arma de fogo, iniciou buscas na região a procura de suspeitos e vítimas.

“Quando chegou à rua Santa Cruz, no bairro Vila Santana, os policiais encontraram dois corpos de dois indivíduos já sem vida. A área do crime foi isolada e o Departamento de Polícia Técnica (DPT) acionado para proceder com a perícia e as remoções. A Polícia Militar realizou rondas e buscas na região a procura dos suspeitos, mas ninguém foi preso”, afirmou a PM, em nota.

Compartilhar