Marcos Maurício retira candidatura ao governo e vai apoiar MDB

O candidato avaliou com esperança a sua mudança para a disputa do Senado na Bahia

Inicialmente escolhido pelo partido Democracia Cristã (DC) como candidato ao governo da Bahia na eleições 2018, o funcionário público e sindicalista Marcos Maurício retirou neste sábado (4) a candidatura. Ele vai apoiar o ex-ministro da Integração Nacional João Santana (MDB) e concorrerá ao Senado.

“A decisão foi feita após avaliar que boa parte da base migrou para o governo e outra para oposição. Sozinhos não teríamos tempo de exposição das propostas, teríamos apenas 18 segundos [no Horário Eleitoral Gratuito], valor muito pequeno. Diante dessa dificuldade, reavaliamos com o diretório estadual, houve proposta de diversos blocos, e a que se alinha mais com nosso projeto, que defende a qualidade do serviço publico e a geração de emprego e renda, é a de João Santana”, disse.

O candidato avaliou com esperança a sua mudança para a disputa do Senado na Bahia.

“Nós ampliamos o tempo de TV de 18 segundos para 2 minutos, tempo suficiente para mostrar nossas propostas, mostrar o que está acontecendo com nosso estado – a piora nos índices de violencia, na saúde, na educação, o aumento do desemprego – e mostrar um caminho diferente dos outros candidatos, que atualmente estão ocupando cargos no governo”, avaliou.

O anúncio foi feito na convenção do partido neste sábado (4) no Centro Empresarial Iguatemi. Nas redes sociais, João Santana agradeceu o apoio.

“Agradeço ao PSDC, que hoje na sua convenção Estadual resolveu dar apoio à nossa candidatura, indicando Marcos Mauricio como candidato a Senado. Nossa coligação se fortalece, trazendo um grande partido, com enorme penetração nas comunidades das diversas cidades baianas. Marcos Mauricio é um policial civil, presidente do sindicato da categoria, e engrandece uma discussão necessária aos rumos da Bahia: a segurança pública, que precisa ser resgatada, devolvendo paz às famílias baianas”, escreveu.

Compartilhar