Prefeitura diz que vazamento de óleo em duto da Petrobras contaminou rio e manguezal em Candeias

Executivo municipal de Candeias, na região metropolitana de Salvador, ainda diz que lançamento do efluente resultou em desequilíbrio na fauna. Petrobras diz que realiza limpeza da área.

A prefeitura de Candeias, na região metropolitana de Salvador, informou nesta segunda-feira (11) que multou a Petrobras em R$ 5 milhões porque o vazamento de óleo bruto constatado em um duto da empresa no município acarretou na contaminação do Rio São Paulo, no Distrito de Passé, e do manguezal que fica localidade conhecida como Pitinga.

O executivo municipal também destacou que o lançamento do efluente causou danos ambientais que resultou na contaminação da água e no desequilíbrio na fauna local.

A prefeitura disse que os impactos foram constatados por técnicos da Secretaria Municipal do Meio Ambiente e Agricultura (SEMA) enviados ao local do que chamou de “acidente ambiental”

A Petrobras informou, por meio de nota, que o vazamento, estimado em três metros cúbicos de “água oleosa”, aconteceu no sábado (8). Afirmou que irá instaurar uma comissão de investigação para apuração das causas do vazamento, que teve origem em uma linha de produção responsável pela transferência de água oleosa entre a Estação de Pedra Branca e o Parque São Paulo em Candeias (BA).

A Petrobras destacou que, até o início da tarde desta segunda-feira (11), cerca de 90% da área atingida pelo vazamento havia sido limpa pela equipe de contingência da companhia.

Duto da Petrobras apresentou vazamento e óleo atingiu rio em Candeias, na Bahia (Foto: Divulgação/Prefeitura de Candeias)

Duto da Petrobras apresentou vazamento e óleo atingiu rio em Candeias, na Bahia (Foto: Divulgação/Prefeitura de Candeias)

A companhia disse que, após o vazamento, interrompeu imediatamente a operação da linha e iniciou a limpeza da área. Além disso, informou que equipes especializadas em emergências e de monitoramento ambiental da Petrobras continuam trabalhando na região.

A empresa disse que equipes de monitoramento ambiental encontram-se no local desde sábado para avaliação dos impactos e adoção das medidas cabíveis. Disse, ainda, que não houve danos às pessoas que moram na região.

Moradores, no entanto, realizaram um protesto nesta segunda. Um grupo, composto por integrantes de comunidades do entorno, esteve no local da ocorrência e restringiu, temporariamente, a movimentação de veículos da empresa. A Petrobras diz, no entanto, que não houve impacto às atividades de contenção e limpeza do local.

Com relação à multa aplicada pela prefeitura, a Petrobras informou que foi notificada por e-mail e que aguarda o envio formal do auto para análise enquanto segue com a conclusão das atividades de limpeza.

A companhia disse que reafirma seu compromisso com a transparência em seu diálogo com os públicos de interesse e que mantém uma equipe no local, desde sábado, para atendimento e esclarecimentos à população.

Duto da Petrobras apresentou vazamento e óleo atingiu rio em Candeias, na Bahia (Foto: Divulgação/Prefeitura de Candeias)

Duto da Petrobras apresentou vazamento e óleo atingiu rio em Candeias, na Bahia (Foto: Divulgação/Prefeitura de Candeias)

Compartilhar