Suspeitos de matar policial em Sergipe são mortos em confronto na Bahia

Jackson dos Santos, Ernane Mota Pereira e José da Silva reagiram no momento da abordagem e morreram após troca de tiros

Quatro homens suspeitos de matar capitão da polícia militar em Sergipe, no dia 4 de abril, foram mortos, na madrugada da última sexta-feira (18), nas cidades de Barreiras e Luís Eduardo Magalhães, oeste da Bahia, e em Paulo Afonso, norte do estado. Um foi preso. Na mesma ação, outros quatro suspeitos de participação no crime foram mortos em Sergipe.

Segundo a Secretaria de Segurança Pública da Bahia (SSP-BA), nas ações na Bahia, Jackson dos Santos, Ernane Mota Pereira, o Alemão, e José da Silva reagiram no momento da abordagem e, após troca de tiros, morreram. Outro suspeito, identificado como Marcone Silva Lima, acabou preso. Com o quarteto, os policiais apreenderam uma espingarda calibre 12, uma pistola calibre 40 e um revólver calibre 32.

(Foto: Divulgação/SSP)

Em Paulo Afonso, outro suspeito de envolvimento no crime do capitão Manoel Oliveira entrou em confronto com a polícia, foi baleado e morreu.

O crime
O capitão Manoel Oliveira foi assassinado a tiros na noite do dia 4 de abril. Ele estava em um carro numa estrada no município de Porto da Folha, na região do alto sertão sergipano. De acordo com a Secretaria da Segurança Pública de Sergipe, a ação dos criminosos contra o capitão está relacionada a uma operação da pasta contra pistolagem na região Norte da Bahia, no alto sertão de Sergipe e em Alagoas, em setembro do ano passado.

A delegada-geral disse não ter dúvida de que a morte do capitão foi uma reação do grupo criminoso ao trabalho da Polícia Civil de Sergipe contra a pistolagem no estado. “Com certeza, a motivação é por aí”, afirmou ela.

Compartilhar