Denunciado por improbidade, vereador Trindade vira réu sob acusação de dano ao erário de R$ 5 milhões

O vereador José Trindade (PSL) virou réu em uma ação civil de improbidade administrativa movida em 2 de abril pelo Ministério Público da Bahia, por causa de irregularidades em contratos publicitários da Câmara de Salvador quando era diretor administrativo-financeiro da Casa.

Líder da bancada de oposição até o início deste ano, Trindade, outras três pessoas e mais três empresas foram denunciados pelo MP no último 2 de abril, sob a acusação de dano ao erário. Além do vereador oposicionista, também é réu na mesma ação o ex-vereador Valdenor Cardoso, que foi presidente da Câmara de 2005 a 2008, durante a primeira gestão do então prefeito João Henrique.

Compartilhar